Notícias
Estudo do Dr. Eugénio Rosa sobre:

As declarações de António Costa sobre o trabalho precário e a realidade da precariedade no setor privado e na administração pública em Portugal

01 de julho, 2021

António Costa em declarações públicas recentes prometeu “apertar a malha às empresas de trabalho temporário”, e na moção para o próximo congresso do PS afirma que “É importante prosseguir com políticas que promovam a criação de emprego e adotar medidas que garantam a qualidade e dignidade do emprego, erradicando mecanismos de emprego precário”. Comparemos estas declarações do 1º Ministro com a situação de precariedade real existente no setor privado e na Administração Pública”

Saiba mais aqui

Eugénio Rosa

“Os ganhos médios dos trabalhadores da Administração Pública são, para os mesmos níveis de escolaridade/qualificação, inferiores aos dos trabalhadores do setor privado”

23 de junho, 2021

Neste estudo, o Dr. Eugénio Rosa compara os ganhos médios dos trabalhadores do setor privado, dos quadros de pessoal enviados pelas empresas ao Ministério do Trabalho, com os ganhos médios dos trabalhadores da Administração Pública (Central, Local e Regional), divulgados pela Direção Geral do Emprego Público e da Administração Pública (DGAEP). Conclui que os ganhos dos trabalhadores da Administração Pública já são inferiores aos do setor privado para idêntico nível de escolaridade/qualificação.

Eugénio Rosa

“O Ministério das Finanças está a bloquear a gestão da ADSE"

11 de junho, 2021

O Ministério das Finanças está a bloquear a gestão da ADSE, prejudicando os beneficiários para acumular elevados excedentes e assim reduzir o défice à custa dos descontos dos trabalhadores e dos aposentados da função pública”

Neste estudo, o Dr. Eugénio Rosa analisa a situação da ADSE, que é o subsistema complementar de saúde da Função Pública, que não é financiado pelo Orçamento do Estado como muitas vezes se diz, mas sim com os descontos feitos nos salários e pensões dos trabalhadores e dos aposentados da Função Pública (só em 2020, esses descontos atingiram 624 milhões €)

Resolução aprovada no Plenário Nacional de Sindicatos da CGTP-IN

"Aumentar os salários é emergência nacional!"

11 de junho, 2021

"Aumentar os salários é emergência nacional!

Pela valorização do trabalho e dos trabalhadores, pelo futuro do país.

A luta dos trabalhadores tem vindo a intensificar-se, respondendo aos ataques aos direitos, aos salários, aos despedimentos e encerramentos de empresas. São pequenas e grandes lutas envolvendo milhares de trabalhadores de todas as áreas e em todo o país, no público e no privado."

Leia aqui o texto completo da Resolução.

Intervenção de Isabel Camarinha » Concentração - Solidariedade com a Palestina

11 de junho, 2021

"[...] O que assistimos hoje na Palestina não é um caso isolado ou inédito, desde 1967 que a Palestina, incluindo Jerusalém Oriental, está ocupada por Israel, em completo desrespeito pelo direito internacional. Há décadas que a ocupação Israelita cria novos colonatos e novas ocupações, que crescem as expulsões, a violência e a guerra. Situação agravada quando a anterior administração dos EUA reconheceu Jerusalém como capital do Estado de Israel, reconhecimento que se mantém com a actual presidência Biden. [...]"

Leia aqui a intervenção completa.

 

CGTP-IN

Manifestação Nacional no Porto - 8 de Maio

11 de junho, 2021

Foram milhares de manifestantes de todas as idades e de diversos ponto do pais que protestaram, pelas rua do Porto, rumo à Avenida dos Aliados, ntra a falta de resposta do Governo e da União Europeia à crescente precariedade de emprego e aos baixos salários praticados num país em que 30% dos trabalhadores são pobres e 25% vive com o salário mínimo.

Saiba mais aqui.

“Portugal continua a ser um país de baixa escolaridade, que desinveste na educação, com grandes diferenças de remunerações causadas pelos diferentes níveis de escolaridade [...]"

11 de junho, 2021

Portugal continua a ser um país de baixa escolaridade, que desinveste na educação, com grandes diferenças de remunerações causadas pelos diferentes níveis de escolaridade, o que associado ao baixo “stock” de capital por trabalhador determina baixa produtividade, constituindo obstáculos importantes ao crescimento económico e ao desenvolvimento do país

Neste estudo, que pode ler aqui, o Dr. Eugénio Rosa  analisa, utilizando dados do INE e do Eurostat, todos estes aspetos da realidade atual portuguesa, mostrando o que se tem verificado nos últimos anos em Portugal com os sucessivos governos. 

1º de Maio

11 de junho, 2021

"A luta e a resistência dos trabalhadores têm marcado estes tempos difíceis em que o aproveitamento da situação pandémica agrava as dificuldades em que se encontram os trabalhadores, as famílias e o país. O surto epidémico revelou as fragilidades já existentes, provocadas e agravadas por décadas de política de direita, de submissão às imposições da União Europeia e de serviço ao grande capital."

Ler mais aqui.

Em defesa da valorização da profissão docente

11 de junho, 2021

A Ação Nacional de Luta realizada em 24 de abril junto ao CCB, reafirmou valores de Abril essenciais: liberdade (de intervir em defesa da consagração dos direitos) e democracia (pela participação do movimento sindical na promoção de melhores condições de vida e de trabalho). É, pois, a estagnação negocial perpetrada pelo ministério da educação que põe em causa estes dois valores e impede a resolução de problemas.

Ler mais aqui.

9.ª Conferência da Inter-Reformados

Livro Verde e Atividade Internacional

31 de maio, 2021

Na 9ª conferência da Inter-Reformados, CGTP-IN, realizada em 16 de abril, as questões internacionais foram igualmente abordadas através das intervenções do economista Fernando Marques que se centrou sobre o Livro Verde da União Europeia, tema  igualmente abordado na intervenção da nossa colega Isabel Lemos do DA -SPRC e que, no seio da Direção Nacional da Inter-Reformados, tem a seu cargo as questões internacionais [ler intervenção de Isabel Lemos].

Professores Aposentados

9.ª Conferência da Inter-Reformados aprovou documentos importantes

31 de maio, 2021

No passado dia 16 de abril, decorreu na Casa do Alentejo, em Lisboa, a 9ª conferência da Inter-Reformados, CGTP-IN.

Apesar das medidas sanitárias então em vigor, estiveram presentes cerca de 150 reformados e aposentados, dirigentes sindicais e convidados, foi um dia de importante reflexão, com dezenas de intervenções sobre os documentos em discussão.

Departamento de Aposentados da FENPROF presente na 9ª Conferência Nacional da Inter-Reformados

21 de abril, 2021

Realizou-se, no dia 16 de Abril, em Lisboa, na Casa do Alentejo, a 9ª Conferência Nacional da Inter-Reformados/CGTP-IN, sob o lema: “Direito dos Trabalhadores a Envelhecer com Direitos - Organizar, Defender, Reivindicar e Lutar - Afirmar a Solidariedade Intergeracional”.

O Departamento de Aposentados da FENPROF participou em todo o processo da concretização da 9ª Conferência, uma vez que integra a Direção da Inter-Reformados, e, no dia da Conferência, interveio a Coordenadora do DA/FENPROF, Maria Helena Gonçalves.

Intervenção da Coordenadora do Departamento de Aposentados da FENPROF

DIA MUNDIAL DA SAÚDE | 7 de Abril

20 de abril, 2021

A CGTP-IN saúda, neste Dia Mundial da Saúde, todos os profissionais pela sua dedicação e sacrifício no combate à pandemia, o que levou a Organização Mundial de Saúde a declarar, justamente, 2021 como o Ano Internacional dos Trabalhadores da Saúde e Cuidadores.

Defender os valores de Abril - Defender a Constituição da República Portuguesa

20 de abril, 2021

“Em 2 de Abril de 1976, a Assembleia Constituinte – eleita em 25 de Abril de 1975, nas primeiras eleições gerais e livres realizadas no país – reunida em sessão plenária, afirmando «a decisão do povo português de defender a independência nacional, de garantir os direitos fundamentais dos cidadãos, de estabelecer os princípios basilares da democracia, de assegurar o primado do Estado de direito democrático e de abrir caminho para uma sociedade socialista, no respeito da vontade do povo português, tendo em vista a construção de um país mais livre, mais justo e mais fraterno», aprovou a Constituição da República Portuguesa, publicada de imediato pelo Presidente da República.

Esta Constituição, aprovada há 45 anos, pilar principal do regime democrático nascido do 25 de Abril, garante dos direitos e liberdades, repositório das conquistas e das aspirações do povo português, é simultaneamente uma magna carta de direitos e um modelo de transformação da sociedade."

ESTUDO 6-2021-C2-S – Dr. Eugénio Rosa

“Continuou-se a investir pouco no SNS em 2020 devido à obsessão do défice como provam os dados da execução do orçamento do SNS em 2020 divulgados pelo próprio Ministério das Finanças”

10 de março, 2021

Neste estudo o Dr. Eugénio Rosa analisa a execução do Orçamento do Serviço Nacional de Saúde de 2020, utilizando os recentes dados divulgados pela Direção Geral do Orçamento (DGO), do Ministério das Finanças.

Contra o COVID-19

Defender a Saúde e os Direitos. Garantir Serviços Públicos de Qualidade

04 de maio, 2020

A Direcção Nacional da Inter-Reformados/CGTP–IN, neste momento de pandemia e sem saber ainda quando virá o momento do seu abrandamento ou fim, quer relembrar, aos que já se esqueceram, as nossas reivindicações estabelecidas na Carta Reivindicativa aprovada na nossa 8.ª Conferência Nacional realizada em Fevereiro de 2017 e reafirmadas no último Congresso da CGTP-IN.

XIV Congresso da CGTP-IN

Persistem desigualdades e injustiças na distribuição da riqueza. Vamos intensificar a ação e a luta reivindicativa!

11 de março, 2020

O País continua marcado por décadas de política de direita imposta por PS, PSD e CDS, e persistem desigualdades e injustiças na distribuição da riqueza. O XIV Congresso da CGTP-IN realizado no Seixal nos dias 14 e 15 de fevereiro, decidiu intensificar a ação e a luta reivindicativa, exigindo respostas positivas à situação em que trabalhadores e reformados/pensionistas se encontram.

2020 - Perspectivas do trabalho a desenvolver pelo Departamento de Aposentados da FENPROF

10 de fevereiro, 2020

A Comissão Coordenadora reuniu, em Lisboa, no dia 28 de janeiro  (a Comissão Permanente tem por funções articular e dinamizar, no âmbito dos docentes aposentados, a atividade da FENPROF decidida pelos seus órgãos nacionais: Conselho Nacional (CN) e Secretariado Nacional (SN)) para aprovação do Relatório de Atividades de 2019 e do Plano de Ação para 2020, tendo em conta a Carta Reivindicativa atualizada aquando o 13º Congresso da FENPROF (14 e 15 de junho de 2019). 

Relatório de atividades 2019

Plano de Ação para 2020

Professores

Os aposentados têm direito a manter a sua dignidade

27 de janeiro, 2020

Um vetor da mudança muito positiva de paradigma sobre o envelhecimento que vai conquistando a sociedade é o de reconhecer que os “velhos” também têm direito à sua felicidade. No fundo, aceita-se que a velhice (não tenhamos pejo de usar o termo!) é apenas mais uma “idade” do nosso viver; a cada idade corresponde uma maneira própria de se sentir feliz: os aposentados têm direito à sua!

Estudo de Eugénio Rosa

O agravamento da injustiça fiscal com o governo PS

17 de janeiro, 2020

Estudo de Eugénio Rosa: "O agravamento da injustiça fiscal com o governo PS devido ao aumento enorme dos impostos indiretos, a descida da carga fiscal durante o governo PS, e o aumento da carga fiscal sobre as classes de rendimentos médios e baixos devido à má repartição daquela"

Tribunas Públicas no dia 15 de Janeiro

13 de janeiro, 2020

A Inter-Reformados/CGTP-IN vai em conjunto com o MURPI, realizar Tribunas Públicas, no dia 15 de Janeiro de 2020, nos seguintes distritos: Aveiro – Beja – Braga – Coimbra – Covilhã – Évora – Faro – Leiria – Lisboa – Porto – Santarém e Setúbal.

Resolução aprovada

Boletim nº23 Janeiro 2020

Mário Nogueira: "2020, tempo de dar mais força à nossa razão"

10 de janeiro, 2020

Com o início de mais um ano, renovam-se as razões por que todos os docentes, sem exceção, estão obrigados a continuar a luta pela melhoria das suas condições de vida, o que, no caso dos que já se encontram aposentados, significa a exigência de respeito por toda uma vida de trabalho, com grande entrega e dedicação, à Educação, à escola e aos alunos.

Boletim Informativo n.º 23 | janeiro 2020

INFORMAÇÃO 7/2019 AOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE

A situação da ADSE, a transformação da ADSE em mútua como defende a Ministra Alexandra Leitão e a rápida captura da ADSE pelos grandes grupos privados de saúde

27 de dezembro, 2019

"A ADSE enfrenta atualmente dificuldades importantes criadas pelo governo e pelos seus representantes no Conselho Diretivo. Quem as conheça e as viva diariamente muitas vezes é obrigado a pensar que elas são deliberadamente criadas para depois justificar que é necessário substituir o atual Instituto por uma mútua com o objetivo de desresponsabilizar o governo da ADSE, embora a ADSE faça parte do Estatuto laboral dos trabalhadores das Administrações Públicas".

Leia aqui a informação completa.