FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
 Departamento do Ensino Superior e Investigação
  enviar correio  |  newsletter 
RSS
13 jun 2018 / 09:58

MCTES não honrou a palavra dada e os Leitores das Universidades Portuguesas continuam sem ver garantido o direito a um vínculo permanente

MCTES não honrou a palavra dada e os Leitores das Universidades Portuguesas continuam sem ver garantido o direito a um vínculo permanente

AMANHÃ, 14 DE JUNHO, 10.30 HORAS, ENTREGAM CARTA ABERTA NO MCTES DIRIGIDA A MANUEL HEITOR

Apesar dos compromissos, o Governo/MCTES não honrou a palavra dada e os Leitores das Universidades Portuguesas (LUC) continuam sem ver garantido o direito a um vínculo permanente, embora estejam, em cada uma das instituições de ensino superior onde trabalham, a satisfazer necessidades permanentes. Lembra-se que o MCTES chegou a ter uma proposta inicial para negociação, a qual, tirando alguns ajustamentos que, certamente, seriam feitos no decurso do processo negocial, continha as reivindicações justas dos Leitores.

Depois de diversas ações de protesto nos planos nacional e regional e de terem sido recebidos pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, os LUC vivem momentos difíceis com o aproximar do fim dos contratos e com esta permanente instabilidade que põe em causa as suas vidas profissionais e pessoais.

Por esse motivo, amanhã, 14 de junho, às 10.30 horas, um grupo de Leitores/as fará a entrega de uma Carta Aberta subscrita por mais de 60 docentes nesta situação. Junto ao MCTES, serão exibidas pancartas nas várias Línguas dos países de origem, lecionadas nas universidades portuguesas.

A FENPROF, que tem estado a acompanhar de perto este problema e tem desenvolvido contactos e realizado reuniões com o MCTES, exige a resolução rápida da situação e apela aos órgãos de comunicação social e às/aos senhores/as jornalistas que acompanhem a iniciativa, deem conta da Carta Aberta subscrita e façam eco de um problema que, para mais, não acarreta qualquer agravamento do Orçamento do Estado, pois estes docentes não terão qualquer aumento do seu salário.

O Secretariado Nacional

 

CARTA ABERTA JÁ DIVULGADA AOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E QUE VAI SER ENTREGUE AMANHàNO MCTES

https://www.fenprof.pt/Download/FENPROF/SM_Doc/Mid_132/Doc_11495/Anexos/carta_aberta_Leitores_Ministro.pdf

Anteprojeto de Decreto lei entregue pelo MCTES em 11 de maio de 2017

https://www.fenprof.pt/Download/FENPROF/M_Portal/Anexos_Mail/Anteprojeto_de_DL_-_Leitores_2017_05_11.pdf

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Voltar ao Topo