FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF

 Sindicato dos Professores no Estrangeiro
newsletter 
RSS
22 abr 2013 / 18:01

FENPROF denuncia desvalorização do Ensino Português no Estrangeiro...

A FENPROF reuniu (22/04/2013) com o Secretário de Estado das Comunidades Educativas e com a Presidente do Camões, IP.

De um conjunto alargado de preocupações manifestadas, importa salientar a oposição reiterada à imposição de propinas, bem como a denúncia dos malefícios que a mesma causará, retirando um direito constitucional aos portugueses emigrados e às suas famílias e ainda o reflexo que a mesma terá na supressão de postos de trabalho.

As alterações ao regime de funcionamento dos cursos de português a decorrerem, afiguram-se-nos demasiado rápidas, com intenções um pouco confusas e/ou obscuras semque haja da parte das autoridades tutelares um esclarecimento cabal que permita aos professores no terreno, bem como às Coordenações de Ensino, a implementação das medidas tomadas pelo organismo central do EPE.

Sobre as medidas de carácter administrativo, realce para o polémico despacho sobre o reembolso de despesas com as deslocações dos professores, os brutais cortes operados nos salários dos professores e o desrespeito, por parte do MEC, pelos direitos dos professores contratados a trabalhar no EPE, de poderem concorrer aos concursos externos de acesso aos quadros de agrupamento, em pé de igualdadecom os seus colegas do país e regiões autónomas.

Referência final para a atitude do Secretário de Estado das Comunidades, assumida em entrevista, onde foram tecidas considerações em desabono dos professores a trabalhar no Ensino Português no Estrangeiro, tendo este referido que tais afirmações se destinavam a situações de carácter excepcional verificadas.

O Secretariado Nacional da FENPROF
22/04/2013 

 

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Skip Navigation Links.

                 

Voltar ao Topo