Amianto
Região Centro

Escolas com amianto: governo não age!

14 de maio, 2014

Saúde de alunos, professores e pessoal não docente posta em causa

Os sindicatos da FENPROF estão a proceder ao levantamento de casos de escolas com amianto junto das autarquias, tendo em conta que o MEC reincide na não publicação da lista de edifícios públicos com amianto e na não indicação de que medidas está a tomar para a sua remoção. Aliás, ao contrário do que o MEC tem vindo a dizer, várias são as escolas que mantêm coberturas de amianto, apesar de “oficialmente” serem dadas como tendo já sido removido.

... e junto à EB 1ºCEB Alto Rodes, em Faro

13 de maio, 2014

No dia 13 de maio de 2014, pelas 13 horas, inserida na campanha nacional da FENPROF pelo cumprimento da legislação sobre o amianto, realizou-se uma ação de informação e protesto junto à escola EB 1ºCEB Alto Rodes (edifício escolar contendo amianto). Esta ação teve a participação de elementos da associação de pais e encarregados de educação da referida escola.

Pela remoção do AMIANTO nas escolas

Ação de informação e protesto em Portalegre...

13 de maio, 2014

A ação do SPZS junto à Escola do 1º ciclo do Atalaião  em Portalegre decorreu durante a manhã de 12 de Maio com entrega de folhetos informativos à comunidade escolar e divulgação à comunicação social. Na tarde do mesmo dia, no Agrupamento de Sousel, dirigentes do SPZS puderam constatar o estado de degradação em que se encontram os telheiros exteriores da escola-sede.

Ações nos distritos de Portalegre, Évora, Beja e Faro.

Pela remoção do amianto nas escolas, perigo para o ambiente e a saúde

03 de maio, 2014

O Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) informa que irá estar numa ação de informacãoo e protesto durante a semana de 12 a 14 de Maio, junto a várias escolas que contêm amianto, nos distritos de Portalegre, Évora, Beja e Faro.

EM CAUSA, O AMIANTO QUE CONTINUA SEM SER RETIRADO DAS ESCOLAS

FENPROF reúne esta sexta-feira com Quercus

01 de maio, 2014

PELA REMOÇÃO DO AMIANTO NAS ESCOLAS, PERIGO PARA O AMBIENTE E SAÚDE

A cobertura da EB 2.3 de Santa Luzia em Elvas contém amianto: ação de informação e protesto

29 de abril, 2014

O Sindicato dos Professores da Zona Sul realizou uma ação de informação e protesto na tarde do passado dia 30 de abril, junto à Escola Básica 2,3 de Santa Luzia em Elvas. Esta ação inseriu-se numa campanha nacional da Federação Nacional dos Professores pelo cumprimento da legislação sobre o amianto. A EB 2,3 de Santa Luzia tem coberturas de fibrocimento que contém amianto, tendo já havido uma posição do Conselho Municipal de Educação de Elvas a protestar contra a sua presença.

Rádio Elvas

Linhas de Elvas (edição on line)

Durante a interrupção da Páscoa

FENPROF pediu ao Ministro que divulgasse lista de escolas em que foi removido o amianto e saudou a iniciativa

23 de abril, 2014

Ofício enviado a 23 de abril de 2014

reportagem exclusiva TV Record

E as obras nas escolas?

21 de abril, 2014

O Fala Portugal esteve em algumas escolas e confirmou que a remoção do amianto não está a ser feita em muitas delas. As férias escolares estão a terminar e os estabelecimentos de ensino continuam sem qualquer intervenção. Uma reportagem exclusiva TV Record.

Nesta interrupção da Páscoa

Em que escolas estará o MEC a remover o amianto?

14 de abril, 2014

O ministro Nuno Crato tornou público, há pouco tempo, que a interrupção letiva da Páscoa seria aproveitada para, em algumas escolas, avançar com a remoção do amianto existente na sua construção. Isto depois de ter recusado divulgar a listagem de escolas que contêm amianto, desrespeitando, assim, a lei que impõe a sua divulgação.

Pormenores sobre o amianto

Sabia que?...

10 de abril, 2014

O IARC – Internacional Agency for Resource of Câncer (Centro Internacional de Investigação do Cancro) classifica como carcinogénico (agente, mistura ou exposição suscetível de produzir ou favorecer o cancro) todas as variedades de amianto.

Identificação dos Materiais Contendo Amianto nos edifícios escolares

Ofício da Quercus ao Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar

09 de abril, 2014

A Quercus apela ao Senhor Secretário de Estado para que, à avaliação da existência de amianto nas escolas, seja dada a seriedade e rigor que este assunto requer. Já não há espaço para dúvidas, sobre a relação causa-efeito da exposição ao amianto e o desenvolvimento de neoplasias, benignas e malignas.

Infogravura do DN

"O material maravilha que afinal mata..."

01 de abril, 2014

"Os Verdes" exigem saber

Quanto custa inventariar edifícios públicos com amianto?

01 de abril, 2014

Com argas dezenas de alunos, professores, estudantes e encarregados de educação

Concentração pela remoção do amianto no Porto Santo

01 de abril, 2014

O Sindicato dos Professores da Madeira (SPM), o Movimento Cívico “Somos Porto Santo” e todos os cidadãos presentes exigiram a rápida e urgente resolução do problema, dado o estado de degradação em que se encontra o edifício da Escola do Porto Santo e o perigo que este facto constitui para a saúde de todos os que nela estudam e trabalham.

O levantamento que deveria ter sido feito entre 2011 e 2012 continua por concluir

O amianto mata, mas o MEC desvaloriza!

31 de março, 2014

A FENPROF recebeu a resposta que, na sequência da ação de intimação interposta no Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, o MEC foi obrigado a enviar, face ao pedido de divulgação da listagem de escolas onde existe amianto e de esclarecimento sobre as ações de informação a desenvolver junto das respetivas comunidades escolares, incluindo a calendarização da remoção. Este pedido da FENPROF surgiu na sequência do incumprimento, pelo governo, do imperativo legal que prevê a divulgação e informação em prazo que já se esgotou há dois anos. A FENPROF não irá desistir desta luta e levá-la-á até onde for necessário para ajudar a resolver este grave problema de saúde pública ao qual se expõem, diariamente, alunos, docentes e trabalhadores não docentes das escolas.