CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
29 set 2008 / 17:17

Dois pianos e a arte de António Pinho Vargas

Em finais de 2007, António Pinho Vargas fechou-se, com dois pianos, durante cinco dias, no pequeno auditório do Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

O sonho-projecto concretizou-se. Com a arte do pianista, mas também com a colaboração fundamental de José Fortes (gravação e montagem), nasceu "Solo", que é também "Imperfeições" - 1 e 2, porque se trata de um extraordinário duplo álbum com 24 composições, todas de Pinho Vargas, à excepção de "Lindo Ramo, Verde Escuro" (popular).
Uma palavra final para realçar o trabalho de Fernando Gomes, incansável na afinação dos dois Steinway.
"Solo", posto à venda em 2008, é uma referência obrigatória no que de melhor vão fazendo os músicos portugueses. Realmente, a não perder!

José Paulo Oliveira
Jornalista


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Voltar ao Topo