CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
09 jan 2020 / 19:37

É indispensável combater a precariedade laboral. O Orçamento do Estado para 2020 tem de o prever!

Inicia-se hoje, na Assembleia da República, o debate na generalidade do Orçamento do Estado e das Grandes Opções do Plano para 2020.

A FENPROF fez chegar aos grupos parlamentares um memorando sobre o problema da precariedade que continua a ser um dos problemas mais graves da profissão docente. Instabilizando prolongadamente a vida de milhares de professores e educadores, a precariedade é um fator de desvalorização da profissão, de afastamento e desistência de muitos e de perda de atratividade da opção profissão.

Ver MEMORANDO

Ver ofício da FENPROF aos grupos parlamentares

O atual governo quer dar por terminado o insuficiente esforço feito nos últimos anos para vincular professores e educadores. Também por isso, a FENPROF insta os grupos parlamentares a tomarem iniciativas que visem a introdução de medidas que, já no Orçamento do Estado para 2020, retomem a realização de concursos externos extraordinários. É indispensável para que, realmente, se possa “arrumar a casa” em termos de precariedade laboral. Há ainda muito por fazer neste domínio.

A FENPROF procurará divulgar iniciativas e posições assumidas pelos grupos parlamentares também quanto a este que é um dos grandes problemas que continuam a afetar a condição docente em Portugal. Deixa também um apelo à atenção de todos os professores e educadores para a discussão do Orçamento e para as propostas que os grupos parlamentares venham a apresentar para combater a precariedade, um dos combates decisivos para a necessária valorização da condição docente.


 
Imprimir Abrir como PDF

Contém 2 ficheiros em anexo:

 F-002_OE_2020_-_Combate_a_Precariedade_07_01_2020.pdf
 FP_003_GPARL_Memorando_Precariedade_07_01_19.pdf

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo