CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
23 out 2019 / 18:41

Violência nas escolas: FENPROF exige respostas do governo

Declaração do Secretário-geral da FENPROF 

amanhã, 24 de outubro, às 12 horas

 

Face à situação a que estão a chegar as escolas portuguesas, um mês após a abertura do ano letivo, e que, entre outros aspetos, se tem refletido num aumento fora do comum dos casos de violência nas escolas, o Secretário-geral da FENPROF fará amanhã, dia 24 de outubro, pelas 12 horas, uma declaração à Comunicação Social na sede da FENPROF, na rua Fialho de Almeida, nº 3, em Lisboa.

Recorde-se que os graves problemas que atingem as escolas públicas portuguesas e que estão a impor sérios constrangimentos ao seu funcionamento já levaram a FENPROF a reunir com a Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP) e com as Associações de Diretores Escolares, esta terça e quarta-feira no Porto.

Nestas reuniões, a FENPROF quis ouvir os pais e os representantes de diretores das escolas sobre questões como a falta de professores e de pessoal não docente, a ausência de apoios adequados aos alunos, em particular aos que apresentam necessidades educativas especiais, mas também sobre os casos de violência registados nas escolas nos últimos dias e que o Ministério da Educação insiste em desvalorizar. A FENPROF reitera a exigência de que sejam tomadas medidas pelo governo e pelo Ministério da Educação que ponham cobro a esta situação.

 

O Secretariado Nacional


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo