CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
04 dez 2018 / 01:00

Dia Internacional da pessoa com deficiência

No dia Internacional das Pessoas com Deficiência (3 de dezembro), a FENPROF divulga 2 estudos publicados pela Internacional de Educação (IE) sobre a atual situação da Educação Inclusiva:
  • Are we there yet? Assess the Bumpy road to Inclusive Education 
  • Rethinking Disability: A primer for Educators and Education Unions
Em Portugal, o atual governo do PS desrespeitou e continua a desrespeitar todos os que, nas escolas, precisam de mais apoio para atingir o sucesso educativo. 
Com a imposição da nova legislação, sem tempo útil para a reflexão e organização das escolas, sem os recursos humanos necessários para os apoios e sem as condições essenciais para que cada aluno atinja o seu máximo de potencialidades (como por exemplo, redução do número de alunos por turma ou a complexidade e extensão dos currículos), o governo do PS desrespeita crianças e jovens com necessidades educativas.
É preciso uma Educação Inclusiva de Qualidade para todos!
Ver, também, comunicado da Internacional de Educação

Comunicado – Dia Internacional Das Pessoas com Deficiência

O Dia internacional das pessoas com deficiência (03/12/2018) transforma-se em mera ilusão, alimentada por folclore, rotina, fingimento de festa; as ONG’S/PD parecem desinteressadas: da comemoração? Da reivindicação, do protesto, da luta?! Que «peste de apatia/complacência» as terá atingido? Que delirantes ilusões as percorre? Porque esquecem promessas? Porque se submetem, sem um grito, ao «novo controlo» de absurdas, fúteis comissões? Porque pesa tão  aviltante silêncio sobre comportamentos corruptos, verdadeiras afrontas à probidade,  atropelos às crescentes necessidades dos utentes? Será «medo de represálias»? será cumplicidade geradora de injustas benesses? Não as molesta a indigna subversão do direito ao diálogo/participação? «Outra vez de luto» celebremos o «nosso dia»! outra vez desiludidos, retomemos: o diálogo digno, construtivo; a luta intransigente, se persistirem neste simulacro de ditadura de inqualificáveis comissões que nada produzirão, a favor das pessoas com deficiência, sendo, contraditoriamente, refúgio de  fingidos adeptos da inclusão.

A DDE/APD declara: é inegociável o direito ao diálogo/participação, requisito incontornável na construção da sociedade inclusiva.

Não abdicaremos das nossas reivindicações, qualquer que seja o poder, fundadas em legítimas políticas oriundas dos compromissos internos/externos, assumidos pelo Estado. Igualdade de oportunidades; recusa da discriminação, (incluindo de género); defesa dos serviços públicos: -educação inclusiva; - saúde, tendencialmente gratuita; - segurança social universal e solidária; - participação na definição, planificação, execução, supervisão, avaliação de todas as políticas impactantes na inclusão; plena autonomia, através da atribuição criteriosa (em diálogo) de recursos, a todas as organizações representativas das pessoas com deficiência.

A ascensão de pessoas com deficiência a cargos de poder, semeando justas expectativas, não fez qualquer mudança: esses dirigentes não estão, não se esperam, não se empenham na reconstrução de espaços de diálogo/participação, requisito primaz da construção da sociedade inclusiva.

A DDE/APD, sempre convicta que a inclusão depende de sólida legislação que vincule os poderes, promove, Borba, 08 de Dezembro de 2018, Colóquio/Seminário comemorativo do 70º aniversário da aprovação da Declaração Universal dos Direitos do Homem – fonte do ideal: construir a sociedade inclusiva.

A iniciativa integra-se: no 40º aniversário da APD; na  celebração do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Recebendo diminutos recursos, padecendo discriminações – por causa da fidelidade a princípios – recusa: silêncios, capitulações, submissões.

A DDE/APD renova o compromisso: ser protagonista comprometido na construção da sociedade inclusiva!

A DDE/APD saúda, no «nosso dia», as pessoas com deficiência, as suas organizações representativas, todas as organizações/cidadãos, nossos companheiros nesta dura, larga, longa, rota rumo à inclusão…

DDE/APD – Direcção Distrital - Associação Portuguesa de Deficientes



 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Voltar ao Topo