CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
20 jul 2018 / 19:09

Caso o governo mantenha as posições que tem defendido, já estão ações previstas para o início do ano letivo

Independentemente de outras ações que possam ser desenvolvidas, decorrendo do curso da negociação, o que, para já, se prevê é, no dia 17 de setembro (primeiro dia de aulas em todas as escolas), distribuir um texto aos pais e à população em geral sobre os motivos da luta dos professores. É muito importante que conheçam as justas razões que obrigam os professores e educadores a um processo de luta tão forte. Nesse dia 17, realizar-se-ão, ainda, reuniões e plenários de escola, ao abrigo da lei sindical, para fazer o ponto de situação sobre as negociações e discutir o prosseguimento da luta. Na semana que acaba em 5 de outubro, Dia Mundial do Professor, semana que coincide com uma fase decisiva da negociação entre os partidos para elaboração da proposta de Orçamento do Estado, voltaremos à greve e será convocada uma Manifestação Nacional de Professores, que deverá ser tão grande ou maior que a anterior. Se o Governo quiser evitar a contestação, tem um caminho: ir ao encontro das justas reivindicações dos professores!

OUTRAS QUESTÕES


Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo