CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
02 out 2013 / 20:34

Milhares de professores manifestam a sua oposição ao agravamento do horário letivo no 1.º Ciclo do Ensino Básico

Através das orientações divulgadas junto dos agrupamentos relativamente à organização dos horários do 1.º ciclo do ensino básico, as suas direções têm sido induzidas no erro de aumentar em 2,5 horas semanais a componente letiva dos professores do 1.º ciclo do ensino básico. Este agravamento decorre da não consideração da pausa de 30 minutos diários, normalmente a meio da manhã, como integrando o horário letivo de, levando a que esta componente se estenda em mais 2 horas e 30 minutos de atividade curricular semanal.

Trata-se de uma grave discriminação relativamente a outros níveis de ensino e mais um fator que aprofunda o desgaste profissional dos docentes, num momento em que, como tem sido reconhecido, não é possível exigir mais dos professores. Estas foram as principais razões que levaram a FENPROF a promover este abaixo-assinado que foi subscrito por milhares de docentes do 1.º ciclo do ensino básico.

Amanhã, depois de muita insistência, realiza-se uma reunião com o Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, na qual se pretender encontrar solução para o problema. Caso isso não aconteça, a FENPROF dirigir-se-á a outras instâncias, que considere adequadas, apresentando problema e procurando solucioná-lo.

O Secretariado Nacional da FENPROf
2/10/2013 


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo