CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
09 set 2013 / 18:40

Nota à comunicação social

A falta de clareza e o aparente interesse em agravar horários de trabalho presentes nos despachos de organização do ano letivo 2013/2014, está a levar muitas escolas a aumentarem em 2,5 horas o horário de trabalho dos professores do 1º Ciclo.

Confrontado com o problema, ainda em julho, o Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário informou a FENPROF que, a haver agravamento, essa seria decisão das escolas e não imposição do MEC, pois este respeitaria a opção de manter a organização do horário letivo dos professores semelhante à que vigorou no ano transato.

Face à falta de clareza das orientações, ao silêncio do MEC e ao agravamento do horário letivo que, em muitas escolas, está a ser imposto, a FENPROF lançou um abaixo-assinado junto dos professores que correrá ao longo desta semana, sobretudo por via online, e será entregue no MEC na próxima segunda-feira, dia 16 de setembro.

Secretariado Nacional da FENPROF
9/09/2013 

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo