CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
28 set 2009 / 09:40

Investir nos Professores!

"Para construir o futuro, invistamos nos professores, agora!" é o lema escolhido pela UNESCO e pela Internacional de Educação para, este ano, assinalar o Dia Mundial dos Professores. Nada mais verdadeiro e adequado se tivermos em conta a realidade portuguesa, parecendo, até, que se pretendeu enviar um recado aos nossos políticos.

Depois de uma Legislatura em que os professores foram alvo dos ataques mais soezes desferidos pelo Governo e, em especial, pelos responsáveis do Ministério da Educação, o tempo é de natural expectativa.

Nesse quadro, espera-se que os governantes assumam como primeiro e grande desafio da Legislatura, na Educação, voltar a ganhar os professores: valorizando-os socialmente e reconhecendo publicamente a importância do seu papel na escola e na sociedade; respeitando a sua autonomia profissional para que se crie o espaço indispensável à afirmação da profissionalidade docente; fazendo saber que contam com os docentes, não apenas para que apliquem as medidas, mas, também, apelando à sua participação na definição das políticas que as justificam; dignificando e valorizando o seu estatuto profissional e de carreira, eliminando as graves distorções nele introduzidas por via da imposição; melhorando as condições em que exercem a sua profissão?

Nesse sentido, torna-se indispensável um forte investimento nos professores e educadores, agora! Um investimento e um esforço que não podem ser adiados se, efectivamente, houver intenção de construir um futuro melhor, orientado para o progresso e o desenvolvimento.

Os professores e educadores foram maltratados pelo Governo que cessa funções e esperam (exigem) uma postura diferente dos próximos governantes. Uma expectativa que, legitimamente, aumentou quando perceberam que o tema da Educação esteve no centro do debate político em período pré-eleitoral e ouviram os compromissos que os partidos assumiram ao longo da campanha.

Dados recentemente divulgados pela OCDE no âmbito do seu relatório "Education at a Glance 2009", confirmam que, em Portugal, se arrastam problemas graves que se reflectem em défices profundos de que não nos conseguimos livrar. A OCDE recomenda o investimento na Educação, o que não surpreende, pois sabemos que o combate àqueles défices ? que se reflectem, com particular expressão, nas elevadas taxas de abandono e insucesso escolares ? só será eficaz com uma forte aposta numa Escola Pública da mais elevada qualidade. Uma aposta que, para ser ganha, exige que se garanta um corpo docente qualificado, estabilizado, dignificado e valorizado.

É, pois, muito feliz um lema destes, que considera determinante, para a construção do futuro, o investimento, agora, nos professores; são, por isso, legítimas as expectativas dos docentes em relação à Legislatura que agora se inicia; é, por fim, natural que os professores continuem a considerar a sua profissão como uma profissão de futuro.

Um futuro que os professores querem construir, envolvendo-se de forma empenhada e apaixonada nessa construção. Sabem os professores, daí a sua expectativa, que depois da tempestade chega sempre a bonança? mas como também sabem que nada lhes chega do céu, a sua expectativa é acompanhada por uma grande determinação para continuarem a sua luta, porque? da luta nunca se desiste! porque... se deve ser exigente!

Mário Nogueira
Secretário-Geral da FENPROF

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo