CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
13 jan 2011 / 10:58

M.E. insiste em impor regras que desorganizam os horários dos docentes

FENPROF EXIGE NEGOCIAÇÃO 

O ME teima em não negociar matérias que são de negociação obrigatória, neste caso as regras de organização do próximo ano escolar. O projecto do ME, a concretizar-se, altera profundamente regras de elaboração dos horários dos professores e será uma das traves mestras da política de redução do número de professores no sistema público de ensino.

Depois de a FENPROF ter exigido uma negociação séria destas matérias, o ME, em 12 de Janeiro, reafirmou a sua intenção de não negociar; a FENPROF fez saber que não abdica da negociação. Esta troca de posições teve lugar através dos ofícios que se divulgam: o primeiro recebido do Gabinete do SEAE, o segundo enviado, em resposta, à Ministra da Educação.

Por razões legais e também por razões políticas, esta negociação é obrigatória e a FENPROF não abdica desse direito. É o futuro de milhares de professores que está em causa.


 
Imprimir Abrir como PDF

Contém 2 ficheiros em anexo:

 FP_010_12-01-2011.pdf
 ME_OAL_12-12-2011.pdf

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo