CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
20 set 2011 / 09:41

Tamanha incompetência na colocação de professores é coisa raramente vista!

Com a divulgação das colocações da chamada segunda bolsa de recrutamento (BR2), a confusão parece definitivamente instalada!

Já não há outra explicação para o que está a acontecer, com exceção para uma das seguintes hipóteses: a incompetência do Ministério é de tal ordem que, de cada vez que coloca docentes, a confusão aumenta; estas situações são deliberadas e têm o propósito de denegrir as colocações por processo nacional para justificar a sua eliminação e transferência para o nível local. Seja uma ou outra a razão, para a FENPROF é inaceitável o que está a acontecer!

Desta vez, o motivo da contestação dos professores reside no facto de, para além de continuar a não ser percetível a lógica das colocações – mais uma vez alguns docentes são colocados nas últimas preferências manifestadas e “ultrapassados” por outros que estão atrás de si na lista graduada –, horários que são para todo o ano foram preenchidos como sendo temporários, estando declarados como mensais.

Isso fez com que os docentes melhor colocados na lista, que apenas concorreram para horários anuais, tivessem ficado sem colocação, enquanto outros, menos graduados, foram colocados nesses horários que, na verdade, são anuais.

Face a esta situação, a FENPROF exige do MEC que as listas de colocação da chamada segunda bolsa de recrutamento, ontem divulgadas, sejam retiradas e substituídas por outras que respeitem critérios de graduação e sejam absolutamente transparentes, delas não resultando qualquer dúvida no que respeita a competência técnica na sua elaboração, intenção política ou mesmo eventuais favorecimentos ilícitos que, existam ou não, são legitimamente questionados pelos candidatos a este concurso.

A FENPROF considera inaceitável que a reunião solicitada a Nuno Crato, já na semana passada e ontem reafirmada, continue por marcar, devendo, por razões óbvias, ter hoje lugar. Se tal não acontecer, a partir das 16 horas de hoje (terça, 20 de setembro) caso, até lá, essa reunião não seja marcada (para hoje), uma delegação sindical, integrando o Secretário-geral da FENPROF e outros membros do seu Secretariado Nacional, deslocar-se-á para as instalações onde se encontra o Ministro da Educação e da Ciência – na Estrada das Laranjeiras – nelas permanecendo até à realização da reunião.

O Secretariado Nacional da FENPROF
20/09/2011

 

 

 

 

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Nacional
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo