CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
16 jun 2016 / 10:33

18 de Junho em Defesa da Escola Pública

FERLAP – Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais

A FERLAP – Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais, é uma acérrima defensora da Escola de Qualidade, Universal e Gratuita. Como entendemos que a Escola Pública é a única que permitirá que tal seja possível, somos, obviamente, intransigentes na sua defesa, opondo-nos terminantemente a quem a queira prejudicar ou impedir a sua progressão no sentido dos objectivos de Qualidade, Universalidade e Gratuitidade.

Como todos sabemos, ou deveríamos saber, há uma grande discrepância a nível de estruturas na Escola Pública, se por um lado se gastaram fortunas na reabilitação de algumas Escolas, por outro, há Escolas que não reúnem as condições necessárias para que as aulas sejam ministradas com o mínimo de qualidade. Escolas há, que chegam mesmo a ser um perigo para os Alunos, Professores e Funcionários.

As turmas são enormes, os Professores são poucos e os restantes Funcionários, embora na maioria das vezes cumprindo os rácios, não são, em nosso entender, suficientes para todas as tarefas que têm que desempenhar.

Há falta de Técnicos, ou os que existem são manifestamente insuficientes para o número de Alunos que frequentam as nossas Escolas.

Os problemas de indisciplina e de violência são uma realidade da Escola Pública, se bem que, felizmente, na sua grande maioria sejam residuais, a verdade é que existem.

O insucesso e o abandono escolar na Escola Pública é outra realidade de que não nos devemos alhear e que está a ser combatido com sucesso em algumas Escolas Públicas.

Estes são apenas alguns dos problemas que a Escola Pública enfrenta e que assustam muitos Pais, principalmente, aqueles que não têm outra possibilidade que não seja colocar os seus filhos na Escola Pública.

No entanto, a Escola Pública, independentemente de todas as dificuldades e de todos os problemas que enfrenta no seu dia-a-dia, é a única que aceita no seu seio todos os Alunos, independentemente do seu credo, raça, ideologia, cor, estatuto, grau de deficiência ou outro.

Por tudo isto, a FERLAP – Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais, orgulha-se de poder ser um dos promotores da Concentração em Defesa da Escola Pública, a realizar no próximo dia 18 de Junho de 2016, pelas 14:30 horas, no Parque Eduardo VII.

A FERLAP – Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais, pretende com a sua participação nesta iniciativa, reforçar a sua posição em Defesa da Escola Pública, uma Escola de Qualidade, Universal e Gratuita.

Entendemos que o futuro do Portugal Democrático passa, sem qualquer dúvida, pela Escola Pública, a única que garante a todos a igualdade no acesso à Escola. Sabemos que esta igualdade no acesso, não significa, na prática, igualdade de oportunidades para o bom desempenho escolar, ainda há muito trabalho a ser feito nesse sentido. No entanto, sabemos ser este o caminho a seguir para um Portugal mais desenvolvido, para um povo mais culto e capaz de responder aos desafios de um futuro cada vez mais virado para o conhecimento científico e tecnológico.

Por outro lado, queremos reafirmar que, a FERLAP – Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais, não tem nada contra as Escolas Privadas, nem tão pouco, contra as Escolas Privadas com Contrato de Associação onde estes forem efectivamente necessários. Aliás, a este respeito, queremos reafirmar que a redução de turmas deve ser aplicada de forma conscienciosa e segundo critérios rigorosos que impeçam que seja cometido qualquer tipo de erro que promova a injustiça ou que provoque a sobrelotação das Escolas Públicas ou ainda que impeça ou atrase as obras previstas para as Escolas Públicas a receber as turmas dos anteriores Contratos de Associação.

Para terminar e porque a Escola Pública, ao contrário do que alguns afirmam, não é uma despesa, é, pelo contrário, um investimento, exigimos que as verbas poupadas com o fim dos Contratos de Associação, desnecessários, sejam investidas na beneficiação da Escola Pública, que bem precisada está de investimento em meios humanos e materiais.

Sim, para nós, os Alunos são o MAIS IMPORTANTE.

Isidoro Roque
Presidente CE

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Nacional
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo