FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF

O GOVERNO QUER DAR DINHEIRO ÀS CÂMARAS POR CADA PROFESSOR QUE CONSEGUIR REDUZIR ABAIXO DO NECESSÁRIO. NÃO AO ABATE DE PROFESSORES. BASTA, EXIGIMOS RESPEITO!

PACC

As situações que ocorreram em muitas escolas são, de facto, ilustrativas da falta de rigor e até de bom senso de quem quis que, a todo o custo, a prova se realizasse. De norte a sul, as situações foram as mais absurdas, algumas graves do ponto de vista legal e mesmo democrático, pelo que a FENPROF irá, em muitos casos, agir no sentido de ser desencadeada ação disciplinar, apresentando queixa na Inspeção Geral de Educação e Ciência, e, em outros, junto do ministério público. A FENPROF apresenta exemplos de escolas onde as reuniões foram proibidas, de escolas onde provas não se realizaram, de escolas onde as provas se realizaram em condições irregulares e ainda exemplos de baixa adesão por parte dos professores contratados à realização da prova, alguns abandonando as salas, outros não comparecendo à chamada.

Na Comunicação Social: Público | JN | DN | Jornal I RTP | SIC | TVI | Mário Nogueira em declarações à TVI

Mais pormenores        |        Entre a coação e a ilegalidade - demita-se senhor ministro!


Mário Nogueira, Secretário Geral da FENPROF:

Ver vídeo

Imagens (em atualização)


"Faltas de professores do quadro inviabilizaram a prova em numerosas escolas. Para a FENPROF a realização da PACC é ilegal" (títulos em destaque na comunicação social). (Foto: P. Machado)

TVI 24:  Ministério incorre num crime de desobediência aos tribunais


FENPROF em Conferência de Imprensa

A FENPROF divulgou, em conferência de imprensa, realizada em Coimbra (21/07/2014), o conteúdo de dois pareceres jurídicos que suportam, um deles, a legalidade da realização de reuniões sindicais nas escolas da PACC, à hora em que esta prova deveria decorrer, e, no outro, a ilegalidade de qualquer punição dos docentes que não realizem a prova com a sua retirada do concurso que já está a decorrer.

 Vídeo da conferência de imprensa

Solidariedade da CGTP-IN


através do Diretor da DGEsT

FENPROF APELA AOS PROFESSORES

O ministério de Nuno Crato, o mesmo que apela aos professores que colaborem na humilhante “PACC” a que pretende submeter milhares de professores contratados, é o mesmo que também apelou ao voluntariado dos professores para a mais do que suspeita prova de inglês ao serviço da empresa Cambridge S.A..

Flyer: os professores têm razões para não colaborar com o MEC


 
nas escolas onde se prevê a realização da PACC

As reuniões sindicais convocadas para o próximo dia 22 de julho, nas escolas onde se prevê a realização da “PACC”, deverão ter uma grande participação. É essa a avaliação feita pelos Sindicatos de Professores na sequência dos contactos feitos, durante todo o dia de ontem, nas escolas em que, na próxima terça-feira, as reuniões se realizarão a partir das 9.00 horas.


PACC

Combatendo, mais uma vez a realização da PACC, a FENPROF, de forma autónoma ou em convergência com outras organizações sindicais (ASPL, SEPLEU, SINAPE, SIPE, SIPPEB e SPLIU), está a promover diversas ações. Assim, durante a manhã, já entraram nos tribunais providências cautelares, tendo a primeira sido apresentada logo às 7.45 horas. As providências foram apresentadas nos TAF de Porto, Coimbra, Lisboa e Beja. Entretanto, estão já a ser distribuídos flyers nas escolas em que a prova se realizará (conjunto das organizações sindicais), bem como as convocatórias para a realização de reuniões sindicais, nessas escolas, no próximo dia 22 de julho a partir das 9.00 horas.

A emboscada (Fernando Alves, TSF)

Lista de escolas em que o MEC pretende impor a realização da PACC


Conferência de imprensa (17/07/2014)

Após o conhecimento (17/07/2014) da publicação do Despacho n.º 9316-A/2014, do Gabinete do Ministro da Educação, o qual determina a convocação da Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades (PACC), FENPROF, ASPL, SEPLEU, SINAPE, SIPE, SIPPEB e SPLIU decidiram trocar impressões, hoje, de urgência, e convocar uma conferência de imprensa (foto), que decorreu esta tarde, em Coimbra, em que revelaram um conjunto de decisões, incluindo a convocação dos docentes para concentrações de protesto contra a realização da PACC junto às escolas em que a "prova" esteja prevista (22 de julho).

 Imagens


Encontro Nacional "Pelo direito a ser Professor" aprova moção e "caderno reivindicativo"

... perante tão grandes e graves ataques às nossas carreiras e à Escola Pública

"Temos que esclarecer, informar e mobilizar os professores. Temos que unir e criar convergências. Temos que agir e lutar!". Foi com este apelo que Mário Nogueira fechou o período de intervenções do Encontro (foto: J. Caria) que decorreu na tarde de quarta-feira, 16 de julho, no Fórum Lisboa. / JPO  

Posições e reivindicações   |     Moção   |      Imagens


destaque

Foram entregues na Assembleia da República (15/07) mais duas petições distritais em defesa da Escola Pública. Desta vez, foram as petições relativas aos distritos de Coimbra e Faro, as quarta e quinta de um conjunto de vinte que, em setembro, continuarão a ser entregues no Parlamento para que a Escola Pública esteja sempre presente nas preocupações dos deputados. Da delegação sindical, que integrou o Secretário Geral da FENPROF, fizeram parte as coordenadoras das direções sindicais distritais de Coimbra e Faro, Lurdes Santos e Ana Simões, respetivamente, além do Presidente do SPZS, Manuel Nobre. Foram recebidos pelo Vice-Presidente da AR, deputado Ferro Rodrigues. / Foto JPO


FENPROF na A.R.

Conselho Nacional da FENPROF aprova conjunto de ações

Um encontro nacional, subordinado a tema "Pelo direito a ser Professor", já no próximo dia 16, no Fórum Lisboa, às 15h00, e, no arranque do novo ano letivo (setembro ou início de outubro), um grande plenário nacional de professores, sob o lema "Toca a reunir em defesa do ECD", são duas das ações anunciadas pelo Conselho Nacional da FENPROF, que esteve reunido na passada sexta-feira, 11 de julho. As conclusões da reunião do órgão máximo da Federação entre Congressos foram apresentadas em conferência de imprensa, ao fim da tarde. / JPO

Resolução aprovada pelo CN


destaque

Quase ano e meio depois, o Ministro Nuno Crato recebeu a FENPROF. Dessa reunião (11/07/2014), não resultou qualquer compromisso concreto relativamente às matérias que, para a FENPROF, são neste momento, prioritárias, nomeadamente relacionadas com as condições de trabalho dos professores, o emprego, a mobilidade especial ou a sua situação de carreira após a aplicação da tabela remuneratória única (TRU). Por estarem no mesmo plano de prioridade, a FENPROF também colocou questões sobre o processo experimental de municipalização, o encerramento de escolas do 1º Ciclo, a aplicação da diretiva comunitária sobre vinculação de docentes ou, ainda, o financiamento do Ensino Superior e Investigação que é, cada vez mais, insuficiente. Como antes se referiu, o ministro, sem assumir quaisquer compromissos concretos para o futuro, referiu que alterações que obriguem a negociação com as organizações sindicais serão devidamente negociadas, o que, aliás, teria sempre de acontecer por imposição legal.


Governo foge a cumprir na totalidade os compromissos orçamentais com as Universidades e Politécnicos

Governo asfixia financeiramente metade dos Centros de Investigação

FENPROF apela às instituições para que não cedam à estratégia do governo de protelar os reforços orçamentais e não deixem de renovar os contratos dos docentes precários.


Conferência de imprensa na sexta-feira, dia 11, às 17h30

...e destruir grelhas salariais do ECD

As propostas do governo já não deixam dúvidas: a intenção é mesmo destruir o Estatuto da Carreira Docente (ECD) e atacar, ainda mais violentamente, os professores e educadores e as escolas públicas. A confirmá-lo estão documentos que começam a ser conhecidos, como os que se destinam à municipalização da Educação ou à criação de uma tabela remuneratória única que integraria os professores, deixando estes de se enquadrar na grelha salarial específica que os seus estatutos de carreira consagram.


ENCERRAMENTO DE ESCOLAS

Quinta-feira, 24 de julho:

  • 11 h00, concentração junto ao MEC, na "5 de Outubro", com a participação de representantes de comissões de vários distritos
  • 16h00, reunião na Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura (representantes da Comissão de Luta de Fermelã, concelho de Estarreja)

ÍNDICE 245

Calendário escolar

A CGTP-IN condena a agressão do governo Israelita à população de Gaza, com brutais bombardeamentos que causaram, até à data, quase uma centena de mortos e um número indeterminado de feridos entre a população indefesa, nomeadamente crianças.


Manifestação em Lisboa

Os participantes na manifestação realizada na tarde do passado dia 10 de julho em Lisboa, “contra o roubo dos direitos, salários e pensões”, aprovaram a convocação de uma concentração nacional de dirigentes, delegados e ativistas sindicais, em 25 de julho, seguida de desfile para a Assembleia da República, com vista a rejeitar a proposta de lei sobre a reconfiguração dos cortes salariais que, nesse dia, será votada no Parlamento./ JPO

Imagens da iniciativa


SUBSCRIÇÕES

Atualização diária

"(...) Face a esta situação de desvalorização da Educação Pública em que, com clareza, se antevê um percurso de desmantelamento da Escola Pública de qualidade, os subscritores deste documento consideram de elevada importância que, num contexto de grande convergência e unidade social e política, em 2014, ano em que se assinalam os 40 anos do 25 de Abril, tenha lugar uma grande iniciativa de âmbito nacional em defesa da Escola Pública promovida por organizações representativas de profissionais da Educação, pais e encarregados de educação, estudantes, autarquias, instituições e estabelecimentos de ensino, associações científicas e profissionais, movimento sindical e movimentos sociais" (do Apelo em Defesa da Escola Pública).

Texto do Apelo em Defesa da Escola Pública


Ofício enviado ao MEC

destaque

Concelho de Estarreja

Foi uma população inteira que se uniu contra o encerramento da escola do 1.º ciclo do ensino básico em Fermelã, concelho de Estarreja.


MUNICIPALIZAÇÃO

 
Actualidade
▶ 
▶ 
▶ 
▶ 
Reunião Governo-Frente Comum
▶ 
Arménio Carlos, Porto, 14/06/1014
▶ 
20 anos depois...
▶ 
1930-2014
▶ 
Despacho normativo nº 6/2014 sobre a organização do ano letivo 2014/2015
▶ 
Preocupações em relação a eventuais novas transferências de competências
▶ 
Aceites pela FNE em acordo com a AEEP
 
Ainda em Destaque


PARTICULAR, COOPERATIVO E IPSSS


ACÇÃO SINDICAL





NACIONAL




   




FRENTES E SECTORES


NOTÍCIAS


ACÇÕES



 

A Força de Estarmos Unidos!

Sindicaliza-te!

+ FORTE  + SEGURANÇA

 

 
JF - Maio de 2014

 
Prémio de Poesia António Gedeão (2014)

 

 
Semana de Ação Global pela Educação

 SEMANA DE ACÇÃO GLOBAL PELA EDUCAÇÃO
 

 Em todo o Mundo e, com a intervenção da FENPROF, em Portugal

 Não hesite! Defenda uma Escola Inclusiva. Defenda o futuro

 SPRA promoveu Encontro sobre Educação Inclusiva em Angra...   Imagens da iniciativa

 ... e realizou outro no passado dia 14, em Ponta Delgada


 

http://www.fenprof.pt/AMIANTO 

 

 
Impressões de uma professora aposentada

Sou uma professora aposentada, fiz parte do primeiro executivo do Sindicato de Professores, de Coimbra, com a Graça Pedrosa (sócia n.º 1 do SPRC) e a Teresa Maia (ex-docente do Instituto de Cegos), etc e hoje, ao ler a vossa revista emocionei-me e quis acreditar que era verdade o que anunciavam no Jornal da Liberdade

Impressões de Maria da Luz Machado Colaço

 
Caducidade dos contratos
Conta-Sentenças
 
 
611 CONDENAÇÕES!
Poucos foram tantas vezes condenados pela justiça em Portugal. Mas o MEC, sem vergonha, mantém a sua prática ilegal 

 
28 e 29 março de 2014 - Lisboa

versão em alta resolução (PDF)

Todos os pormenores da Conferência em
http://www.fenprof.pt/Conf1CEB

 
Sobre os Contratos de Autonomia

Dados recolhidos confirmam as reservas da FENPROF quanto a este processo de contratualização. 

Ler documento

 
Iniciativa FENPROF e CNOD


 
Petição contra o roubo nas pensões

 
Concursos
Página Web da DGAE

 

 
Benefícios e regalias

Foi criado o cartão FENPROF-CGD-ITIC

Docentes sindicalizados em sindicatos da FENPROF passarão a ter acesso a diversos benefícios no âmbito do protocolo assinado entre a FENPROF e o banco público português.

Conheça todos os benefícios dos sindicalizados nos Sindicatos da FENPROF

 
Em foco
▶ 
▶ 
Em atualização diária
▶ 
Educação especial
▶ 
3 milhões na reestruturação da rede do EPE!
▶ 
Ataque às funções sociais do Estado
▶ 
 
Regalias aos Sócios
 
Revisão do ECD

Neste espaço são disponibilizados todos os documentos que estão relacionados com o processo de revisão do Estatuto da Carreira Docente.


>> Consulte aqui
 
 
 
DIVULGAÇÃO
Casa da Música
Porto
Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre

Orquestra de Jazz de Matosinhos
Museu do Neo-Realismo
Vila Franca de Xira
 
Voltar ao Topo 

© FENPROF, Federação Nacional de Professores
Rua Fialho de Almeida nº 3 - 1070-128 Lisboa | Telefone: 213 819 190 | Fax: 213 819 198
fenprof@fenprof.pt


Actualização: JPO
sysadmin (servidor): Paulo Seixas | webmaster (aplicação web): Marco Serralheiro