CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
NEGOCIAÇÃO
18 nov 2017 / 09:12

10 horas depois de se iniciarem as reuniões das organizações sindicais com o governo, foi assinada uma declaração de compromisso que terá já reflexos no próximo Orçamento do Estado.

É garantido que será calendarizado o processo negocial para os horários de trabalho, na reunião que se realiza no dia 21 de novembro. Também o desgaste e o envelhecimento da profissão seão objecto de análise e discussão com vista à aprovação de medidas que os combatam.

Recuperação do tempo de serviço ainda na atual legislatura; reposicionamento dos docentes vinculados desde 2011 retidos no 1.º escalão; garantia de respeito pelo atual ECD, sem quaisquer agravamentos de tempo de serviço. Mário Nogueira, Secretário-geral da FENPROF, explica os compromissos assumidos pelo Governo com os sindicatos, após 10 horas de reunião negocial no ME

Ver declarações à saída da reunião com o Governo

Texto da Declaração de Compromissos


NEGOCIAÇÃO
17 nov 2017 / 01:56

Depois de uma longa maratona negocial, interrompida às 01h34, de 17 de novembro, a FENPROF considera que os avanços conseguidos na reunião com representantes do ME e do Ministério das Finanças são ainda insuficientes.

No ponto em que a reunião foi interrompida, o governo não assume totalmente dois aspetos fundamentais: a contagem integral do tempo de serviço, mesmo que faseadamente,e o fim da recuperação até ao final da próxima legislatura. Duas matérias que estabelecem uma separação clara entre os professores e o ME/Governo.

O secretário-geral da FENPROF informou existir a possibilidade de passar ao papel alguns dos aspetos hoje discutidos, sendo que tal pode vir a corresponder a uma aproximação de posições do ME em relação às que têm sido defendidas pelos professores. A reunião desta sexta-feira tem início marcado para as 17h30, no Ministério da Educação.

Declarações à saída da reunião


18 de Novembro, Manifestação Nacional CGTP-IN, Lisboa, Marquês de Pombal, 15.00 horas
17 nov 2017 / 15:30

Realiza-se este sábado, 18 de novembro, a Manifestação Nacional convocada pela CGTP-IN em defesa da “Valorização do Trabalho e dos Trabalhadores” e os professores de todo o País também vão participar nesta importante ação de luta que tem início às 15 horas no Marquês de Pombal.


Greve 15 de novembro 2017
15 nov 2017 / 19:01

FENPROF PARTE PARA NOVA RONDA NEGOCIAL COM A FORÇA QUE OS PROFESSORES HOJE LHE TRANSMITIRAM

A FENPROF saúda todos os Professores e Educadores que hoje fizeram greve dando, dessa forma, um excelente contributo para a concretização dos objetivos reivindicativos que estão em causa, desde logo, a contagem integral do tempo de serviço cumprido para efeitos de posicionamento e progressão na carreira.

Esta grandiosa greve dos Professores e Educadores teve uma adesão da ordem dos 90% o que a coloca no patamar mais elevado das greves por estes realizadas.

Consulte os dados de adesão à greve.


15 nov 2017 / 14:42

Mário Nogueira fala aos professores e educadores frente à Assembleia da República.

Nesta página, pode ver as fotografias da Concentração de Professores e Educadores em frente à Assembleia da República em 15 de novembro de 2017, bem como os vídeos das intervenções de Arménio Carlos, Secretário-geral da CGTP/IN, e a Resolução aprovada pelos Professores e Educadores presentes.

Assista aos vídeos e veja as fotografias! 


14 nov 2017 / 19:30

Após três horas de reunião com a Secretária de Estado Adjunta da Educação e a Secretária de Estado da Administração e Emprego Público, não foi possível encontrar um consenso relativamente à recuperação do tempo de serviço prestado pelos professores. Assim, a Greve Geral e a Concentração de Professores e Educadores na Assembleia da República mantém-se!

O Secretário-Geral da FENPROF, Mário Nogueira, sublinha que a forte participação e adesão dos Professores vão ser determinantes para o sucesso das negociações.


15 DE NOVEMBRO DE 2017: DIA NACIONAL DE LUTA DOS PROFESSORES E EDUCADORES
14 nov 2017 / 10:21

A FENPROF prevê uma grande greve de Professores e Educadores, amanhã, 15 de novembro. Os professores estão indignados com a intenção do governo de lhes apagar mais de 9 dos últimos 12 anos de serviço cumprido e de prolongar, ainda mais, a sua permanência nos escalões da carreira, com a aplicação de normas que levariam à perda de um número ainda maior de tempo de serviço. Esta indignação está na origem da grande mobilização que se sente nas escolas e se traduzirá nos níveis de adesão à greve de amanhã.


Hoje, 14 de novembro, às 15h30

Grande mobilização dos professores obriga Governo a marcar reunião de última hora (hoje, às 15:30 horas) Porém, ausência do Ministro faz prever que esta reunião se destine, principalmente, a gerar confusão e não a assumir compromissos.

O Governo marcou, há minutos, uma reunião para hoje à tarde às 15:30 horas. Segundo a informação que consta da convocatória, na reunião estarão presentes a Secretária de Estado Adjunta e da Educação e a Secretária de Estado da Administração e Emprego Público.

A FENPROF parte para esta reunião sem grandes expetativas, pois não sendo crível o desenvolvimento de um processo negocial em apenas uma tarde na véspera de uma greve, o que se esperaria dela seria um acordo político, inequívoco, em relação ao descongelamento das carreiras. Só que, um acordo desse tipo exigia a presença do Ministro da Educação que, contudo, estará ausente.


Indignação dos Professores decorre da falta de diálogo do Governo, da intenção de lhes serem apagados mais de 9 anos de serviço cumprido e da falta de esclarecimento sobre um artigo do Orçamento do Estado que parece ser destinado a provocar mais perdas de tempo de serviço aos docentes. FENPROF escreveu ao movimento associativo de pais a quem pede compreensão e solidariedade.

Carta às Confederações de Pais e Encarregados de Educação


GREVE ÀS ATIVIDADES COM ALUNOS NA COMPONENTE NÃO LETIVA

Greve às atividades letivas inscritas na componente não letiva atinge um número cada vez maior de escolas e agrupamentos

A lista de escolas em que já se faz sentir a greve dos professores às atividades letivas inscritas na componente não letiva é cada vez maior. Sendo já mais as escolas em que, pelo levantamento efetuado pela FENPROF, há professores em greve, contudo, dada a especificidade desta ação, a FENPROF divulga aquelas em que inequivocamente, há professores em greve. Ao longo da próxima semana, continuarão a ser divulgadas as escolas e agrupamentos de escolas em que há professores a realizar este greve, que se destina a pressionar o Ministério da Educação a corrigir os horários dos docentes, integrando na componente letiva o que é letivo.


A FENPROF associa-se à concentração de bolseiros e investigadores científicos convocada pela ABIC para amanhã, 14 de novembro, a partir das 14 horas, junto à Assembleia da República. Na opinião da FENPROF tardam as respostas, tanto às situações de precariedade que vivem os bolseiros e investigadores, como tarda um efetivo investimento na Ciência.

 A FENPROF apela aos investigadores seus associados que participem nesta concentração em que uma delegação da Federação marcará presença para saudar os bolseiros e investigadores científicos presentes.

 

O Secretariado Nacional


CONTRA O APAGÃO!

Dezenas de professores reuniram-se esta manhã em Coimbra, junto do Convento de São Francisco, para protestar contra o apagão de mais de nove (9) anos de serviço da carreira dos docentes previsto no Orçamento do Estado para 2018. Tiago Brandão Rodrigues não teve disponibilidade para receber os professores, uma vez que, segundo os adjuntos, estava a participar nos trabalhos do Fórum, mas anunciou a intenção de reunir com os Sindicatos “atempadamente”.

A FENPROF sublinha que “atempadamente” terá de significar os dias 13 ou 14 de novembro, uma vez que o dia 15 é Dia Nacional de Luta e de Greve dos Professores e Educadores e o OE 2018 já está a ser debatido na Assembleia da República.

 


Greve

O Secretariado Nacional da FENPROF enviou, esta tarde, o Pré-Aviso de Greve para o dia 15 de novembro pelo descongelamento justo das progressões, recuperação dos anos de congelamento e contagem integral do tempo de serviço prestado pelos docentes.

15 de novembro de 2017 será um Dia Nacional de Luta dos Professores, coincidindo com a data em que, na Assembleia da República, o Ministro da Educação irá debater, na especialidade, a proposta de Orçamento do Estado para 2018, onde procurará justificar as insuficientes verbas destinadas à Educação.

Consulte o Pré-aviso de Greve.


Concursos e vinculação

Após analisar o documento recebido do Ministério da Educação, a FENPROF considera que praticamente todos os docentes nele contidos deveriam ter originado a abertura de vaga no CIE, ou, então, o Ministério da Educação admitiu a concurso e até vinculou professores que não reuniam os requisitos, pois surgem como não preenchendo o requisito dos 4.380 dias de serviço docente


GREVE ÀS ATIVIDADES LETIVAS INSCRITAS NA COMPONENTE NÃO LETIVA
06 nov 2017 / 17:44

De 6 de novembro e, para já, até final do 1.º período letivo, os professores realizam uma greve a todas as atividades a realizar diretamente com alunos(atividades letivas) que estejam inscritas na sua componente não letiva (horas de estabelecimento ou reduções por antiguidade previstas no artigo 79.º do ECD).

Consulte o Pré-aviso de greve e esclareça todas as dúvidas sobre os procedimentos desta greve no documento de perguntas frequentes (FAQ) que a FENPROF preparou para si.


Contrato Coletivo de Trabalho IPSS
23 out 2017 / 17:17

O novo Contrato Coletivo de Trabalho (CCT) das IPSS, celebrado entre a CNIS e a FENPROF e outros, foi publicado no Boletim de Trabalho e Emprego n.º 39, de 22/10/2017. O presente CCT entra em vigor cinco dias após a sua publicação e terá uma vigência mínima de dois anos, sem prejuízo das tabelas salariais que retroagem a 1 de julho de 2017 e serão revistas anualmente.

- CCT publicado em BTE


CARREIRA DOCENTE
20 out 2017 / 13:07

Governo quer apagar mais de 10 anos de serviço cumpridos pelos professores. Há que rejeitar e lutar contra este atentado ao direito a uma carreira digna e valorizada e à igualdade de tratamento.

 


Plenário Nacional de Professores e Educadores
05 out 2017 / 17:45

O Auditório da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa encheu-se de Professores e Educadores vindos de todo o país para participarem no Plenário Nacional promovido pela FENPROF. No final, centenas de docentes presentes aprovaram as estratégias de luta propostas pela FENPROF para este início de ano letivo.


INCÊNDIOS EM PORTUGAL
16 out 2017 / 11:30

A FENPROF manifesta a sua mais forte solidariedade com as populações atingidas pelos incêndios que assolaram o país durante o fim de semana e apresenta as suas condolências às famílias das vítimas. O Estado Português tem a obrigação de pôr cobro a este flagelo, exigindo-se que sejam tomadas as medidas adequadas, tanto no plano preventivo, como punitivo. De imediato, impõe-se que sejam tomadas medidas de apoio às populações afetadas.

Aos bombeiros portugueses a FENPROF manifesta o seu reconhecimento e agradecimento.


 
Actualidade
▶ 
FENPROF reuniu com deputada Ana Gomes
▶ 
FENPROF reúne com deputado do Parlamento Europeu, Miguel Viegas
▶ 
Incumprimento da Diretiva 1999/70/CE
▶ 
 
Ainda em Destaque


SECTORES




BOLSEIROS DE INVESTIGAÇÃO


PARTICULAR, COOPERATIVO E IPSSS


EDUCAÇÃO ESPECIAL


CONCURSOS E ESTABILIDADE DE EMPREGO


ACÇÃO SINDICAL


   



ESTATUTO REMUNERATÓRIO


ENSINO ARTÍSTICO


ENSINO SUPERIOR


ACÇÃO SINDICAL



 
Voltar ao Topo 

FENPROF, Federação Nacional dos Professores

Rua Fialho de Almeida nº 3 - 1070-128 Lisboa
Telefone: 213 819 190 | Fax: 213 819 198
fenprof@fenprof.pt

ENTIDADE FILIADA EM:

Internacional da Educação
CPLP-Sindical de Educação