ADSE
21 de setembro, 2022

Está aberto o processo eleitoral para o Conselho Geral e de Supervisão da ADSE (CGS)! Dia 30 de novembro realizar-se-ão as eleições. A Frente Comum está a preparar uma lista que a FENPROF apoia. 

Para poderes votar – e é imprescindível que o faças! – deves verificar os teus dados no caderno eleitoral até 26 de setembro.


ADSE
17 de novembro, 2021

O economista Eugénio Rosa, eleito pelos beneficiários da ADSE para seu representante no Conselho Diretivo analisa, em mais um estudo, o comportamento, nomeadamente o de dois grandes grupos de saúde em Portugal.

Como representante dos beneficiários da ADSE no Conselho Diretivo faz o seguinte apelo: Que nos informemos junto da ADSE, que informemos a ADSE de todos os abusos e que não nos deixemos enganar, nem intimidar…fundamentalmente não fiquemos passivos na defesa dos nossos direitos e da ADSE.

Saiba mais aqui


Eugénio Rosa
27 de outubro, 2021

A variação de preços faturados pelos prestadores à ADSE chegava a atingir 1533% e o estranho comportamento do bastonário da Ordem dos Médicos que defende os grandes grupos de saúde.

Mais um estudo de informação do Dr. Eugénio Rosa muito útil para os beneficiários da ADSE. Analise e divulgue…

Leia aqui o estudo completo.


ADSE
27 de outubro, 2021

ALERTAMOS PARA A NECESSIDADE DE ACOMPANHARMOS ESTA SITUAÇÃO.

CONTINUAREMOS A EDITAR OS PRINCIPAIS ESTUDO DO DR. EUGÉNIO ROSA, QUE FOI ELEITO POR NÓS PARA O CONSELHO GERAL DA ADSE.


https://www2.adse.pt/noticias/esta-em-vigor-a-nova-tabela-de-precos-e-regras-do-regime-convencionado/


GRANDE ENTREVISTA
13 de março, 2020

O Jornal da FENPROF entrevistou o economista e investigador, Eugénio Rosa, membro do Conselho Diretivo da ADSE eleito pelos representantes dos beneficiários no Conselho Geral de Supervisão sobre a situação atual e o futuro da ADSE.

Leia aqui a entrevista completa.


Eugénio Rosa

Informação e um alerta aos 1,3 milhões de beneficiários da ADSE para não se deixarem enganar

27 de outubro, 2021

Este documento do Dr. Eugénio Rosa é uma informação importante destinada aos beneficiários da ADSE, isto porque com publicação das novas Tabelas do Regime convencionado da ADSE e a sua entrada em vigor em 1/9/2021, alguns (apenas alguns), dos mais 1300 prestadores com os quais a ADSE tem convenções, estão a dar informações incorretas, gerando a confusão e instabilidade, e lesando monetariamente os beneficiários que já descontam mais de 638 milhões € por ano para financiar a ADSE. E é importante informar e esclarecer corretamente para que não sejam enganados.

Veja aqui o documento completo

 


Eugénio Rosa

A falta de ética de alguns prestadores e médicos, a utilização abusiva pelos grupos luz e CUF dos dados pessoais dos beneficiários, e a estratégia de grandes grupos de saúde para destruir o regime convencionado da ADSE

27 de outubro, 2021

Um alerta aos beneficiários para não serem enganados e manipulados - O que devem fazer?

O Dr. Eugénio Rosa analisa uma situação grave que se está a verificar que resulta do facto de alguns prestadores, incluindo grandes prestadores, em relação a atos marcados em regime convencionado antes da entrada das novas Tabelas em 1/9/2021 informarem os beneficiários que agora só os realizam em regime livre ou no âmbito das chamadas “Tabelas de preços especiais – ADSE, IASFA e PSP”, colocando assim os beneficiários entre a espada e parede. 

Leia aqui toda a informação


Eugénio Rosa

A nova estratégia dos grandes grupos de saúde para atrair os beneficiários da ADSE e assim manter lucros excessivos: um alerta aos beneficiários para não serem enganados e manipulados - O que devem fazer?

27 de outubro, 2021

Neste estudo o Dr. Eugénio Rosa analisa o comportamento dúplice de alguns grandes grupos de saúde que, por um lado, pedem à ADSE a assinatura de mais convenções e a associação de milhares de atos e, por outro lado, criaram uma chamada “Tabela de Preços Especial-ADSE, IASFA, PSP”, com preços muito mais elevados do que os das convenções com a ADSE, para a qual procuram “empurrar” os beneficiários, criando, até, situações de factos consumados.