CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
04 out 2010 / 14:45

FENPROF saúda todos os docentes

Comemora-se esta terça-feira, 5 de Outubro, o Dia Mundial dos Professores. Este dia assinala a data em que, em 1966, OIT e UNESCO aprovaram a declaração sobre a condição de professor, importante documento que, infelizmente, em muitos aspectos, continua por cumprir, nomeadamente no nosso País.

Este ano, dada a coincidência com as celebrações do Centenário da República Portuguesa – que a FENPROF também saúda – as iniciativas a promover por esta Federação terão lugar nos próximos sábados, dias 9 e 16 de Outubro, conforme já, oportunamente, se divulgou.

A FENPROF não pode, contudo, deixar de denunciar o facto de o Governo Português, que tão maltrata a Educação, as escolas e os seus profissionais, se preparar para, num acto pleno de demagogia, montar um espectáculo mediático em torno da “inauguração” de uma centena de escolas ou centros educativos, alguns construídos de novo, outros requalificados por se encontrarem em estado de acelerada deterioração.

Não é grave, pelo contrário, que as escolas sejam renovadas ou construídas de novo, lamentável é que em muitos casos, os governantes se prepararem para fazer figura à custa de outros. Isto porque, na verdade, a construção dos centros educativos foi financiada por fundos comunitários tendo a comparticipação nacional sido garantida, exclusivamente, por verbas municipais, o que, em muitos casos, está a deixar as autarquias em situação financeira desesperada. Em contrapartida, os governantes que irão inaugurar as escolas novas, já fizeram saber, ao anunciarem as principais medidas para o Orçamento de Estado de 2011, que as verbas a transferir para as autarquias serão reduzidas. Esta é uma situação muito preocupante, pois as responsabilidades dos municípios para com a Educação têm vindo a aumentar e muitas das situações de quase ruptura vividas pelas autarquias decorre, também, do esforço financeiro que fizeram com a construção dos centros educativos.

Quanto aos Professores e Educadores que, mais uma vez, a FENPROF saúda, são em número cada vez maior as razões que justificam que virem costas a governantes que decidiram impor medidas que rasgam acordos assinados e compromissos assumidos, que tornam mais negativas as suas condições de trabalho, que agravam o seu nível e qualidade de vida e que atentam contra a sua dignidade profissional e humana e os seus direitos laborais e também profissionais.

Os anunciados congelamentos de carreiras, concursos e pensões, a redução dos salários, o aumento de impostos, a par da redução da transferência de verbas para o Ensino e para as escolas, são razões mais do que justas para os Professores voltarem à luta, voltarem à rua, protestarem, reclamarem e exigirem outras políticas e respeito por quem trabalha.

Neste Dia Mundial dos Professores, a FENPROF garante que assumirá as suas responsabilidades na direcção e condução dessa luta.

O Secretariado Nacional da FENPROF
4/10/2010


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo