CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
20 jul 2018 / 19:06

Seria inútil continuar a luta para além de 13 de julho, permitindo o esvaziamento da greve e penalizando, principalmente, os próprios professores

Não faria sentido, pois a luta deverá articular-se com a negociação e essa prosseguirá, mas em setembro, não agora! A FENPROF, e também as outras organizações que convocaram esta greve, recusou qualquer reunião negocial durante o período de férias. As negociações deverão ter lugar com os professores nas escolas, em condições de as acompanhar ativamente. Além disso, o respeito que é devido ao enorme esforço dos professores, que mantiveram a greve durante um mês, com níveis elevadíssimos de adesão, não permitia que se agisse irresponsavelmente. Não era aceitável correr o risco evidente de deixar esvaziar a luta por desgaste dos professores, ainda por cima, num período inútil para a negociação, criando divisões entre professores e enfraquecendo a unidade que se tem verificado nas escolas, que é um dos aspetos mais positivos das dinâmicas criadas.

OUTRAS QUESTÕES

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo