CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
20 jul 2018 / 19:01

Os árbitros que decidiram os serviços mínimos não foram designados pela FENPROF nem indicados na reunião realizada

A informação de que os árbitros a sortear foram designados pelos sindicatos da plataforma presentes na reunião realizada foi uma das muitas mentiras propagadas durante o processo de luta. Os árbitros são designados por triénio (2016/2019) para bolsas existentes no âmbito da Concertação Social e sorteados face à ausência de acordo quanto à existência de serviços mínimos. Nesse conjunto de árbitros há uma advogada que exerce atividade para um dos sindicatos da FENPROF e, por este motivo, foi impedida de entrar no sorteio de árbitros para este caso. Esta situação foi testemunhada por todos quantos estiveram presentes na reunião sobre serviços mínimos, que antecedeu a constituição do colégio arbitral.

OUTRAS QUESTÕES

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo