CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
20 jul 2018 / 19:00

Greve inicialmente prevista, apenas, para junho prolongou-se para o mês seguinte

Após a presença do Ministro da Educação e depois, do Primeiro-Ministro na Assembleia da República, percebeu-se que, na reunião a realizar com o Ministro, em 4 de junho, o Governo não daria qualquer resposta favorável aos anseios dos professores. Confirmou-se: a negociação viria a ficar bloqueada, pelo facto de a FENPROF, como as demais organizações presentes, terem rejeitado a proposta de apenas serem recuperados 2 anos, 9 meses e 18 dias. O governo insistia em apagar mais de 70% do tempo de serviço cumprido durante o congelamento, pressionando, sob chantagem, que seria aquele tempo ou nenhum. Quando se chegou ao final de junho, o bloqueio negocial mantinha-se.

OUTRAS QUESTÕES

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo