CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
18 fev 2013 / 15:57

Ecos na comunicação social

Professores em Semana de Luto e em Luta

A FENPROF inicia esta segunda-feira uma "Semana de Luto e em Luta" contra os cortes na educação e admite prolongar os protestos, caso não seja marcada “rapidamente” uma reunião com o Governo.

"Precisamos urgentemente desta reunião", sublinhou o dirigente da estrutura sindical, Mário Nogueira, lembrando que já foram feitos vários pedidos de reunião ao Ministério da Educação, sem resposta.

Ao longo desta semana a FENPROF vai estar visível em várias acções e presente nas escolas, afixando faixas e cartazes, promovendo debates, fazendo denúncias, apresentando propostas, distribuindo textos informativos a pais e encarregados de educação à porta dos estabelecimentos de ensino e fazendo aprovar moções, entre os professores, que vão depois ser enviadas ao Ministério da Educação.

Hoje, há várias acções agendadas para o Porto e o Funchal (Madeira), onde no início do mês o Tribunal Administrativo e Fiscal ordenou a citação da tutela no seguimento de uma providência cautelar interposta pelo Sindicato dos Professores da Madeira, afecto à Fenprof.

Entre outros problemas e preocupações que afectam os docentes, o sindicalista Mário Nogueira refere o "empobrecimento dos currículos escolares", os "mega, cada vez maiores, agrupamentos", as "linhas de privatização", com a transferência das escolas para a alçada dos municípios e a inclusão de docentes no regime de mobilidade especial.

A Renascença falou com uma professora de Português e Francês, que mostra o seu desalento e pensa mesmo em emigrar.

“Sinto-me completamente desmotivada. Não foi isto que idealizamos para a nossa profissão”, afirma.

Oriunda do Algarve, ao optar por constituir família mudou-se para Évora, onde começou a ter ainda mais dificuldades.

“Cheguei a fazer 200 quilómetros por dia e sempre com horários incompletos e a substituir colegas”, lembra. Agora, no desemprego.

A semana de luta termina na sexta-feira, em Lisboa. / Rádio Renascença, 18/02/2013
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo