CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
20 jun 2005 / 22:34

Resposta exemplar dos professores às medidas do Governo e à prepotência da Ministra da Educação

No primeiro dia da Greve convocada pela FENPROF e FNE para a área da Direcção Regional de Educação do Centro (DREC) - dia 20 de Junho - foi clara a resposta dos professores e educadores à tentativa de imposição de medidas extremamente gravosas para os docentes. Medidas que visam congelar as carreiras e deixar de contar o tempo de serviço a prestar no próximo ano e meio; agravar as condições de aposentação; rever, sem negociar, aspectos centrais do Estatuto da Carreira Docente.

A FNE e a FENPROF reafirmam que não se tratando de uma Greve aos exames, nesta esteve presente uma grande indignação e profunda revolta dos professores contra as atitudes prepotentes e anti-democráticas da actual equipa ministerial.

Mesmo num período em que se realizam exames nacionais do 9.º e 12.º ano, a adesão dos professores dos 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário cifrou-se em mais de dois terços, salientando-se que na Educação Pré-Escolar e no 1.º Ciclo do Ensino Básico, sectores onde não decorreram exames, o nível de adesão foi superior a 90%. Tal, leva a concluir que se não decorressem exames neste período, os índices gerais de adesão à Greve teriam sido ainda mais elevados.

A FENPROF e a FNE repudiam a ameaça, a intimidação e coacção que o Ministério da Educação (ME) tem exercido nos últimos dias sobre os docentes, principalmente durante o fim-de-semana, levando a que muitos, ao arrepio da sua própria consciência, tivessem sido compelidos a cumprir a função que lhes foi imposta.

Relevam-se ainda muitas ilegalidades que foram cometidas, tais como: convocatórias efectuadas por telefone ou sms; vigilâncias asseguradas por professores legalmente impedidos; ausência de professores coadjuvantes em algumas escolas; inexistência de secretariados de exame ou afixação de convocatórias sob a forma de requisição.

As duas federações sindicais saúdam todos os professores, educadores e trabalhadores não docentes que, através das mais diversas formas, continuam a manifestar a sua indignação e revolta face às atitudes prepotentes e intimidatórias do Governo.

A FNE e a FENPROF indignam-se perante a afronta feita pelo ME aos docentes portugueses, sob a forma de ameaça de activação de mecanismos ilegais e intimidatórios, tais como a aplicação de faltas injustificadas ou a instauração de processos disciplinares aos que estavam nomeados para o serviço de exames caso fizessem Greve. Se o tentar, as federações assumirão a defesa desses professores.

Apesar desta Greve não se destinar a impedir a realização dos exames houve cinco escolas da região onde estes foram prejudicados (uma em Castelo Branco, uma em Coimbra, duas na Guarda e uma em Viseu).

Numa Greve que registou mais de 90% de adesão na Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo de Ensino Básico e entre 65% e 70% de adesão nos 2.º e 3.º CEB e Ensino Secundário, eis alguns dados por sector de ensino e distrito:

 

EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E
1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO

COIMBRA  
AGRUP. DE ESCOLAS DA LOUSÃ  98%
EB 1 TAVEIRO 100%
EB 1 VILA POUCA 100%
EB 1 DE RIBEIRA DE FRADES 100%
EB 1 DE ARZILA 100%
EB 1 PÓVOA DE PINHEIRO 100%
EB 1 DE CIDREIRA 100%
EB 1 S. FACUNDO  100%
EB 1 DE CIOGA DO CAMPO 100%
EB1 ALMEDINA 60%
JI S. BARTOLOMEU 100%
EB1 ANTANHOL 100%
AGRUP ZONA URBANA FIG FOZ 45%
AGRUP VERT BUARCOS 41%
EB1 ASSAFARGE 100%
EB1 CASCONHA 100%
EB1 CERNACHE  100%
EB1 FETEIRA 100%
EB1 LAGES  100%
EB1 LOUREIRO 100%
EB1 PALHEIRA 100%
EB1 ROSSIO  STA CLARA 100%
EB1 VALONGO 100%
EB1 VILA POUCA 100%
EB1 CASTELO VIEGAS 100%
JI CARVALHOSAS 100%
JI VENDAS DE CEIRA 100%
EB1 S. FURTUOSO 100%
EB1 VENDAS DE CEIRA 100%
JI AREEIRO  100%
JI PÓVOA 100%
JI S. BENTO 100%
JI PEDRULHA FECHADO
JI Nº1 SOLUM FECHADO
JI INGOTE FECHADO
EB1 Nº 16 FECHADA
EB1 AREEIRO FECHADA
EB1 S. MARTINHO 4O%
EB1 OLIVAIS FECHADA
PRÉ ESCOLAR AGRUP. S. SILVESTRE 100%
EB1 CONCELHO FIG. DA FOZ 43 ESCOLAS
ENCERRADAS
PRÉ-ESCOLAR CONCELHO FIG. DA FOZ 26 J.DE INFÂNCIA
ENCERRADOS
PRÉ-ESCOLAR CONCELHO GÓIS 100%
   
AVEIRO  
AGRUPAM. ALBERGARIA A VELHA  PRÉ-ESCOLAR  100%
PRÉ ESCOLAR AGRUP JOÃO AFONSO 70%
PRÉ ESCOLAR EIXO 100%
1 CEB AVANCA  61%
PRÉ-ESCOLAR AGRUP. CACIA 100%
PRÉ-ESCOLAR AGRUP. ESTARREJA  100%
   
CASTELO BRANCO  
EB 1 E J. INF. DOMINGUISO 100%
J. INF. PESO 100%
EB 1 E J. INF. RODRIGO 100%
EB1 N.º 1 E N.º 2 FUNDÃO 100%
EB1 TEIXOSO 100%
EB1 DE DONAS  100%
   
GUARDA  
EB 1 S. ROMÃO - SEIA 100%
EB 1 STA ZITA 100%
   
LEIRIA  
EB 1 ILHA DE CIMA 100%
JI CORREDOURA FECHADA
EB1 HELENOS FECHADA
EB1 FETEIRA FECHADA
EB1 S. JORGE - PORTO DE MÓS  FECHADA
JI POUSOS FECHADA
   
VISEU  
EB 1 VOUZELA 88%
EB1 DO SATÃO 75%
JI SATÃO 67%
AGRUPAMENTO SATÃO 1º CICLO 79%
AGRUPAMENTO SATÃO PRÉ-ESCOLAR 83%
   

2.º E 3.º CICLOS DO ENSINO BÁSICO
E ENSINO SECUNDÁRIO

COIMBRA  
EB 2/3 MONTEMOR-O-VELHO 60%
ESCOLA SECUNDÁRIA D. DINIS 62%
EB 2/3 LOUSÃ (SEM EXAMES) 92%
EB 2/3 INÊS DE CASTRO 68%
EB 2 PENACOVA 80%
EB 2/3 ALICE GOUVEIA 68%
SEC. JAIME CORTESÃO 78%
SEC. ARGANIL 50%
SEC.PENACOVA 52%
EB2/3 INFANTE D.PEDRO F.FOZ 40%
ES OLIVEIRA DO HOSPITAL  47%
ES MONTEMOR-O-VELHO 50%
   
AVEIRO  
ESCOLA SECUNDÁRIA ESTARREJA 70%
SEC. DR CARLOS CELESTINO GOMES 44%
SEC.MEALHADA 48%
EB 2/3 CACIA 80%
EB 2,3 DE ESTARREJA 41%
   
CASTELO BRANCO  
EB 2/3 CIDADE DE CASTELO BRANCO 64%
EB 2,3 + S PEDRO ALV. CABRAL 70%
SEC AMATO LUSITANO 43%
EB2/3 + S PENAMACOR 59%
   
GUARDA  
EB2/3 SEQUEIRA (SEM EXAMES) 93%
SEC AF. ALBUQUERQUE (1 SALA S/EXAMES) 95%
EB 2/3 SEC VILAR FORMOSO 35%
EB2/3 TRANCOSO 51%
EB 2/3 MEDA  61%
   
LEIRIA  
EB2/3 CASTANHEIRA DE PERA 88%
SECUNDÁRIA DA BATALHA 50%
EB 2/3 D. DINIS 43%
   
VISEU  
EB 2/3 S. PEDRO DO SUL 60%
EB 2/3 DO SÁTÃO  64%
EB 2/3   LUIS LOUREIRO - SILGUEIROS 47%
EB 2/3 CARAMULO (Não se realizaram exames) 87%

            

O Secretariado Nacional da FENPROF

O Secretariado Executivo da FNE

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo