CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
05 mar 2010 / 18:02

Inciativas de solidariedade ainda este ano lectivo e saudação à Conferência de Granada

Adda Brahim, representante da Frente Polisário em Portugal, foi presença convidada na reunião de 5 de Março do Secretariado Nacional da FENPROF e revelou o sentimento de gratidão do povo saharauí pelo envolvimento desta Federação na promoção de correntes de solidariedade com a causa do Sahara Ocidental.

“Existe uma similitude entre a situação do meu povo, em relação a Espanha e do povo maubere, relativamente a Portugal”, referiu. Para Adda, é necessário que tal como cá, lá, em Espanha, e hoje, no quadro da União Europeia, seja possível conhecer, apoiar e promover uma solução justa e o direito do povo saharauí à autodeterminação.

Para a luta que a Frente Polisário tem mantido em defesa dos legítimos interesses do povo que representa, é fundamental que se perceba que ao sair da sua colónia no sahara ocidental, Espanha deixou Marrocos ocupar o território sem que fosse dada outra possibilidade ao seu povo de fazer uma escolha livre.

A República Árabe Saharauí Democrática (RASD) é membro da organização de Estados Africanos e possui já 50 embaixadas em todo o mundo, sendo um estado reconhecido por mais de 80 países. Perante a colagem de Madrid à política do reino de Marrocos e o interesse conhecido de Paris pelo apoio a esta potência do norte de África, seu aliado, Portugal ocupa um lugar privilegiado no quadro da união europeia e de membro na CPLP, espaço em que se encontram importantes apoios à RASD, designadamente de Angola, Moçambique e Guiné-Bissau, para dar um impulso necessário ao conhecimento e defesa da causa saharauí.

“O problema é político”, refere Adda Brahim,” pelo que a solução tem de ser política”. Falta, contudo, muita informação, com uma comunicação social muito controlada que impede uma informação correcta sobre o problema.

O representante da Frente Polisário fez questão de deixar claro que há um reconhecimento de que a FENPROF é uma organização que pode dar grande força à causa deste povo oprimido, que passa por privações terríveis, devidas, precisamente, à situação criada pela ocupação marroquina.

Abel Macedo, do Secretariado Nacional, referiu, no final, que “uma das coisas mais importantes para apoiar a causa saharauí é falar da causa saharauí”.

O Secretário-Geral da FENPROF, Mário Nogueira, deixou uma mensagem de apoio empenhado e sistemático da FENPROF, anunciando que em Abril será lançada uma campanha de fundos para apoio ao povo do sahara ocidental, a continuação da divulgação da realidade saharauí no plano político, económico e social, designadamente através do seu site e revista (JF). | LL

Saudação da FENPROF à Conferência de Granada
de apoio ao Povo Saharaui (6 e 7 de Março)


A Federação Nacional dos Professores – FENPROF, a maior e mais representativa organização sindical de educadores e professores de Portugal, tem pautado desde sempre a sua intervenção pela defesa dos valores da liberdade, da democracia e da igualdade de direitos de todos os povos e nações.

 Na altura em que se celebra o 34.º aniversário da proclamação da República Árabe Saharaui Democrática (RASD) e aproveitando a realização da Conferência Internacional de Solidariedade com o Povo Saharaui, que se realiza nos próximos dias 6 e 7 de Março, em Granada, a FENPROF não pode deixar de manifestar, de modo claro e inequívoco, a sua solidariedade para com o Povo Saharaui e a sua justa causa pela autodeterminação, no respeito pela legalidade internacional e pela vontade do seu Povo.

 As constantes violações dos Direitos Humanos e o desrespeito pelas resoluções da ONU, por parte do reino de Marrocos, que persiste na ocupação do Sahara Ocidental, devem merecer a resposta adequada da União Europeia e a condenação de todos quantos perfilham os valores da democracia, da liberdade, da paz e do respeito pela vontade dos povos.

No âmbito do seu 10º Congresso, a FENPROF desencadeará diversas iniciativas de apoio e solidariedade com a causa saharauí.

NÃO AO ESTATUTO EU/MARROCOS,
PELA LIBERDADE E PELOS DIREITOS HUMANOS!

O Secretariado Nacional
Lisboa, 5 de Março de 2010


LER ARTIGOS DE Rui Neumann, Portugal Digital:


 
Imprimir Abrir como PDF

Artigos relacionados:

"Reportagem Especial" de Rui Neumann

Inciativas de solidariedade ainda este ano lectivo e saudação à Conferência de Granada

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo