FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF

 Sindicato dos Professores no Estrangeiro
newsletter 
RSS
04 jun 2012 / 21:46

Mais uma vez o SPE/FENPROF vê-lhe dada razão!

A nota enviada a 4/06/2012 pelo CICL, no sentido de esclarecer encarregados de educação, professores e outras entidades ligadas ao EPE, vem dar razão a todas as atitudes de denúncia que a devido tempo foram sendo postadas na página do sindicato.

As medidas a implementar pela tutela necessitam de tempo, ponderação e base de suporte legal e social. Sem estes ingredientes, a revolta instala-se, a confusão domina e os profetas da desgraça reinam.

As medidas devem ser negociadas, devem ser explicadas, devem ser concertadas e só depois implementadas. Não podem ser decisões isoladas e impostas por uma vontade politica. Têm de ser obtidos consensos que constituam os alicerces de algo que, sempre no sentido do bem comum, possam viabilizar as estruturas em funcionamento. O EPE tem sido alvo da voracidade de alguns  e de desmandos e malfeitorias de muitos outros.

O SPE tem dado os seus contributos no sentido de serem encontradas plataformas de entendimento entre as partes que viabilizem este subsistema de ensino, que possam assegurar os postos de trabalho daqueles que espalhados pela Europa se empenham diariamente na divulgação e fomento da língua e da cultura portuguesas e tentam dignificar o nome de Portugal.

Que os políticos se acalmem e de uma vez por todas ouçam a voz de quem sempre tem dado voz a quem procuram calar: os jovens e as crianças lusodescendentes que desejam manter os seus cursos a funcionar, sem atropelos, sem limitações mas tão só viver em calma, serenidade e guardar o sentimento e orgulho de ser português.

Pelo diálogo

O SPE/FENPROF sempre pautou as suas atitudes pelo diálogo e pela concertação sem deixar fragilizar os direitos dos seus associados; o SPE estará sempre disponível para negociar com a tutela com base na justiça das opções e na garantia dos direitos dos professores; o SPE nunca aceitará imposições ditadas por qualquer tipo de coloração politica nem colaborará com a lógica de interesses instalados.

Aguardamos a convocatória para as negociações convictos de que defenderemos os interesses de todos os envolvidos e pugnaremos pela manutenção dos cursos de LCP.

A Comissão Executiva do SPE/FENPROF
04/06/2012

Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Skip Navigation Links.

                 

Voltar ao Topo