FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
 Bem-vindo ao Site dos Professores Aposentados
newsletter 
RSS
26 fev 2014 / 19:52

Pelo direito a uma aposentação digna, contra mais cortes e injustiças!

Face ao anúncio de «luz verde» de Cavaco Silva ao aumento da idade da reforma e a mais roubos aos aposentados da Administração Pública, a Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública (FCSAP) vem sublinhar o seu repúdio relativamente a mais esta medida do Governo PSD/CDS-PP, apoiada pelo Presidente da República.

Mais uma vez os aposentados e trabalhadores da Administração Pública são o alvo do ataque do governo, desta feita como um ajuste de contas face à declaração de inconstitucionalidade do diploma da chamada convergência das pensões.

Não tendo conseguido impor os cortes por via deste diploma o governo decidiu aumentar a idade da reforma dos trabalhadores, aumentar o factor de sustentabilidade para 12,34% (um agravamento de 6%) e alargar o número de pensionistas a quem se aplica a Contribuição Extraordinária de Solidariedade aumentando os roubos que têm sido feitos pelo governo.

Aposentados, reformados e pensionistas, cuja esmagadora maioria não só não tem qualquer aumento na sua pensão desde 2010, como, só por efeito do aumento do custo de vida, perderam 8% do seu poder de compra. Cidadãos a quem o governo não pára de roubar por via dos sucessivos cortes.

Trata-se de mais um aumento da idade da reforma para trabalhadores que já dedicaram uma vida inteira ao serviço público e sempre contribuíram com os seus descontos para a CGA e para a Segurança Social, mas que vêem, mais uma vez, goradas as suas justas expectativas de direito a uma aposentação digna ao fim de décadas de trabalho. É uma medida injusta e inaceitável, a par das muitas que o governo tem imposto ao povo português.

Para a FCSAP é necessário manter uma luta determinada contra estas políticas e esta governação, exigindo a sua demissão imediata e a realização de eleições antecipadas. 


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Voltar ao Topo