CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
18 abr 2018 / 14:41

FENPROF lembrará aos responsáveis do ME que é tempo de corrigir os horários de trabalho, limpando-os de ilegalidades

Foi com relógios e ao som de “Time”, dos Pink Floyd, que amanhã, junto ao Ministério da Educação, a FENPROF procurará, pela enésima vez, lembrar os responsáveis ministeriais da urgência de se iniciar a negociação com vista à regularização dos horários de trabalho dos professores.

Os horários dos professores, tal como são aplicados pelas escolas, são ilegais: há atividades letivas atribuídas na componente não letiva de estabelecimento; há atividades que deveriam ocupar horas de estabelecimento, mas ocupam muitas horas da componente individual de trabalho; o horário semanal de trabalho é de 35 horas, mas aos professores estão a ser impostas mais de 46! 

Esta deveria ser a semana em que se realizaria uma reunião com os responsáveis do ME para procurar soluções para estes problemas, mas esta foi marcada apenas na véspera do protesto da FENPROF. Como tal, esta concentração, onde a FENPROF, não só irá recordar, com som e imagem, a sua necessidade, como entregará no ministério as suas propostas, ganha ainda mais importância. Para que este problema não caia no esquecimento, serão afixados materiais, frente às instalações do ME, que recordarão os seus responsáveis deste problema que terá de ser urgentemente resolvido. 

 

O Secretariado Nacional

 


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Voltar ao Topo