CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
22 jul 2013 / 14:06

Colocação de professores confirma concurso de “faz-de-conta” que satisfaz as piores intenções do MEC (inclui vídeo)

Os resultados dos concursos dos professores confirmam o que a FENPROF tinha afirmado aquando da sua abertura: um número de vagas claramente insuficiente para as necessidades das escolas, as quais, mesmo assim, seriam preenchidas pelos candidatos dos concursos internos dos quadros de escola/agru­pamento, sem que, no saldo final, houvesse recuperação dos lugares de onde saíram. Dos QZP, 98,5% ficaram por colocar e dos candidatos sem vínculo 99,993% não foram colocados.

O resultado é catastrófico e revela o quanto este concurso foi uma farsa, pois não serviu para satisfazer as necessidades das escolas e dos professores, mas apenas a de um MEC que, ao longo de 2 anos, se dedicou a tomar medidas para destruir emprego docente. O resultado é este: o MEC de Nuno Crato é a principal agência de desemprego docente.

Setembro negro

Apenas 3 professores conseguiram entrar em quadro (1 de Religião e Moral e 2 do grupo de Espanhol), num concurso, cuja intenção é que vigore durante os próximos 4 anos letivos e que deixa antever, mantendo-se a mesma lógica de agravamento da instabilidade, um Setembro muito negro para milhares e milhares de professores, para quem o MEC/Crato tem reservados o desemprego ou a precariedade. Recorda-se que, em 2009, já só tinham entrado nos quadros 396 docentes. Agora foram 3!

Atente-se, pois, nos números deste concurso:

  • Dos 45.431 contratados e desempregados existentes, entraram 3 em quadro;
  • Dos 11.916 docentes que se encontram nos QZP (inclui 603 do concurso extraordinário), só entraram 188 em QA/QE;
  • Houve 1.147 transferências dos 18.001 candidatos a tal mudança.

Esta situação não decorre de um eventual decréscimo do número de alunos das escolas porque, como confirmou a OCDE, isso não sucedeu em Portugal. E também não tem a ver com uma teimosa manutenção dos professores no sistema, pois, como se sabe, nos últimos 2 anos saíram das escolas mais de 25.000 docentes, entre aposentações e despedimento de contratados.

Decorre, isso sim, de uma deliberada política orientada para extinguir postos de trabalho de docentes, perseguindo, dessa forma, 3 objetivos principais: reduzir despesa à custa do emprego docente
; criar maiores dificuldades ao funcionamento das escolas públicas e à sua capacidade de resposta para beneficiar os privados; encontrar argumentos para acabar com o concurso nacional.

Favorecer o privado

Perante esta situação, a FENPROF reafirma o fracasso da política educativa deste governo que, desperdiçando recursos devidamente qualificados e em que o Estado Português investiu, opta por garantir uma oferta insuficiente para as necessidades e até para a procura de alguns cursos que ou não são autorizados ou são engolidos pela sofreguidão dos estabelecimentos de ensino privado. Colégios que, pelo que muitos diretores de escolas públicas têm denunciado, poderão estar a garantir, no maior secretismo, a atribuição de mais turmas e mais cursos para o próximo ano letivo. Situação que, a confirmar-se, contou com o “fechar de olhos” dos últimos governos, tendo encontrado no atual um aliado incondicional, preparadíssimo para, progressivamente, lhes passar a gestão do sistema e a oferta generalizada do ensino.

A FENPROF não deixará de confrontar o MEC/Governo com os resultados agora conhecidos e aprofundará a luta contra as políticas que produzem tais resultados. Confirma-se, também por aqui, que são urgentes e necessários outro governo e outra política!


Instale o Flash Player


Colocações Concurso Interno/Externo 2013

             

Grupo

Externos

QA/QE

QZP

Licença SV

Total Ext.

Total c mobil

100

0

38

16

0

0

54

110

0

75

15

1

0

91

200

0

27

4

0

0

31

210

0

5

6

1

0

12

220

0

34

7

0

0

41

230

0

75

11

0

0

86

240

0

2

0

0

0

2

250

0

1

0

0

0

1

260

0

34

6

0

0

40

290

1

6

0

0

1

7

300

0

39

0

0

0

39

310

0

2

1

0

0

3

320

0

6

1

0

0

7

330

0

6

0

0

0

6

340

0

0

0

0

0

0

350

2

14

1

0

2

17

400

0

21

4

0

0

25

410

0

6

0

0

0

6

420

0

20

4

1

0

25

430

0

8

1

0

0

9

500

0

96

12

0

0

108

510

0

61

11

0

0

72

520

0

58

7

1

0

66

530

0

0

0

0

0

0

540

0

3

1

1

0

5

550

0

9

0

1

0

10

560

0

2

1

0

0

3

600

0

1

0

0

0

1

610

0

0

0

0

0

0

620

0

73

19

0

0

92

910

0

412

59

0

0

471

920

0

7

1

0

0

8

930

0

5

0

0

0

5

TOTAIS

3

1147

188

6

3

1344

O Secretariado Nacional da FENPROF
22.07.2013

 


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Frentes e Sectores
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo