CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
28 jul 2009 / 10:47

Revisão do ECD: "Não houve da parte do ME qualquer aproximação às nossas propostas"

A FENPROF disse hoje (27/07/2009) esperar um início de ano lectivo "conturbado", marcado por "muita contestação" e trabalho por uma "revisão séria" do Estatuto da Carreira Docente (...).

"Para nós foi uma não revisão do Estatuto [da Carreira Docente], em que nada daquilo que pretendíamos foi acatado pelo Ministério da Educação, tudo nos foi imposto. Não houve da parte do Ministério da Educação qualquer aproximação às nossas propostas", criticou a dirigente sindical Anabela Sotaia, em declarações aos jornalistas, no final da reunião com a tutela.

Nesse sentido, a FENPROFespera do início do próximo ano lectivo "uma revisão séria e profunda do Estatuto da Carreira com o novo Governo que sair das eleições de 27 de Setembro". Rever o Estatuto da Carreira Docente "é a matéria prioritária", sublinhou Anabela Sotaia. De acordo com a dirigente sindical, logo no dia 1 de Setembro vai ser apresentada publicamente a carta reivindicativa dos professores e educadores a todos os partidos políticos.

Polémica nas colocações

O início do ano lectivo "poderá ser conturbado e poderá agravar-se ainda mais quando soubermos os resultados das colocações dos professores no final de Agosto, porque muito poucos dos professores contratados irão ter colocação no final de Agosto, e porque há ainda milhares de professores, nomeadamente dos quadros de zona pedagógica, que não obtiveram no início de Julho lugar de quadro ou de escola de agrupamento", entende a dirigente da FENPROF. "Adivinha-se logo um ano a abrir de muita contestação", acrescentou, não especificando, no entanto, se isso poderá significar mais manifestações por parte dos professores (...).

Jorge Pedreira reiterou que o Estatuto da Carreira Docente avançará para aprovação em Conselho de Ministros mesmo que não haja um acordo com os sindicatos... / Lusa, 27/07/2009
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo