CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
18 nov 2008 / 15:17

Avaliação: Ministério da Educação não tem propostas

"O ponto de partida e o pressuposto base, do qual os professores não abdicam, é este: suspenda-se este modelo de avaliação. No próprio dia ou no dia seguinte estaremos aqui para negociar o novo modelo. Estaremos aqui também para ajudar a encontrar soluções para este ano, no sentido de não cairmos no vazio, que não é isso que nós queremos", sublinhou Mário Nogueira à saída da curta reunião realizada no ME (19/11/2008).

"Cada vez há mais escolas a suspenderem este modelo. Ontem já tínhamos ultrapassado as 170 (suspensão efectiva). Mas também quero dizer que paradas em termos de avaliação, sem posição formal, possivelmente já andará na casa do milhar", destacou o secretário-geral da FENPROF.

Mais adiante, afirmaria ainda aos jornalistas presentes na 5 de Outubro:
"Não assusta o Ministério estar a enviar para os mails dos professores uma ficha de preenchimento de objectivos individuais. É ilegal."


Delegação da FENPROF no ME
Lurdes Rodrigues recusa suspender avaliação
Lusa


"Não há propostas. A ministra recusou suspender o processo e avaliação", disse, à saída, Mário Nogueira, citado pela Lusa.

Mário Nogueira disse que a ministra Maria de Lurdes Rodrigues apenas quis ouvir a opinião deste sindicato (o maior da classe docente) sobre o processo de avaliação de professores e que não avançou com qualquer proposta para ultrapassar o conflito com a classe. Em declarações às televisões, reiterou a ideia de que a suspensão do processo de avaliação era o ponto de partida da FENPROF para esta reunião.

(...) Fonte do gabinete do Ministério da Educação afirmou apenas que a ministra continuará a estabelecer os contactos previstos, não acrescentando qualquer comentário.

A ministra da Educação prossegue (19/11/2008) uma série de contactos com parceiros sociais para discutir o processo de avaliação dos professores, depois de na terça-feira ter recebido o Conselho Científico para a Avaliação de Professores, o Conselho Nacional de Educação, o Conselho das Escolas, a Confederação Nacional das Associações de Pais, a Federação Nacional dos Sindicatos da Educação e outras entidades. / 19.11.2008 - 10h56 Lusa, PÚBLICO



 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo