CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
22 jan 2020 / 21:25

ME sem respostas: diálogo sem consequências negociais não resolve problemas

Realizou-se esta quarta-feira, dia 22 de janeiro, a primeira reunião negocial entre as organizações sindicais e o Ministério da Educação nesta legislatura.

A FENPROF colocou como prioritária a resolução de problemas que afetam os professores, nomeadamente ao nível do seu exercício profissional, das suas condições de trabalho e da sua carreira. Considerando que esta reunião ainda poderia ser útil, apesar de se realizar já depois de apresentado e aprovado na generalidade o Orçamento do Estado para 2020 e de o Ministro se ter deslocado ao Parlamento para o defender, nomeadamente para estabelecer prioridades negociais e, a partir das mesmas, calendarizar os respetivos processos de negociação coletiva. Assim, a FENPROF apresentou ao ME propostas a ter em conta no OE, mas, também, o Caderno Reivindicativo dos Professores e Educadores. 

O Ministério da Educação, apesar de se referir repetidamente ao diálogo, à concertação e à negociação, não deu qualquer resposta e não deu qualquer esclarecimento sobre as questões que lhe foram colocadas.

 


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo