CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
19 jul 2018 / 15:54

Organizações sindicais de docentes reiteram pedido de reunião à direção do PS, o único partido em falta

Em 21 de junho, p.p. as organizações sindicais de professores e educadores que, em convergência, têm promovido a fortíssima luta em curso, em defesa do reconhecimento de todo o tempo de serviço para efeitos de carreira e de outras medidas muito importantes para a vida profissional de todos docentes e das escolas – cujo momento recente mais elevado foi a greve às avaliações que, entre 18 de junho e 13 de julho, anulou 95% das reuniões convocadas –, dirigiu um pedido de reunião a todas as direções dos partidos políticos com representação parlamentar, tendo o mesmo sido correspondido com a marcação de reuniões.

Nessas reuniões, participaram alguns dos principais dirigentes partidários, sendo de referir, pela ordem por que foram realizadas, a presença de Jerónimo de Sousa (PCP), Rui Rio (PSD), Catarina Martins (BE), Assunção Cristas (CDS-PP) e Manuela Cunha (PEV). Teve, ainda, lugar uma reunião com assessores do deputado do PAN, André Silva. Porém, o Partido Socialista, que por ser o partido do governo, tem responsabilidades acrescidas perante a sociedade portuguesa, nem sequer respondeu, até agora, ao pedido de reunião apresentado. Face a isso, as dez organizações sindicais decidiram reiterar, hoje, o pedido de reunião, dirigindo nova carta à Secretária-Geral Adjunta, Dr.ª Ana Catarina Mendes. Aguarda-se a marcação da reunião pretendida para data muito próxima.

 

Lisboa, 19 de julho de 2018

 

As organizações sindicais de professores e educadores


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Voltar ao Topo