CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
05 out 2007 / 21:45

Lisboa na rota das comemorações que, pelos quatro cantos do Mundo, assinalaram o Dia Mundial dos Professores

Um programa cultural de grande qualidade, com as actuações da banda "Oppoente" e do Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra (GEFAC); quatro intervenções marcadas pela análise rigorosa de destacados sindicalistas de Portugal, Espanha e França; um convívio bem animado com largas centenas de educadores e professores oriundos de várias regiões do País; e uma mensagem firme e determinada, dirigida à opinião pública e aos responsáveis políticos, da parte dos professores, em defesa dos seus legítimos direitos e da Escola Pública de Qualidade - foi assim, entre nós, o 5 de Outubro, Dia Mundial do Professor. Uma jornada de quase quatro horas, vivida no histórico Coliseu dos Recreios de Lisboa, por iniciativa da FENPROF.

Convívio e festa com forte
componente reivindicativa

Sala mítica e prova de fogo para muitos artistas nacionais e estrangeiros, o sempre jovem Coliseu (foi inaugurado em 14 de Agosto de 1890) acolheu desta vez um cartaz diferente: pôs Lisboa na rota das comemorações que, pelos quatro cantos do mundo, assinalaram o Dia Mundial dos Professores, juntando o convívio, a música e a festa com "uma forte componente reivindicativa". E isto porque, como realçou o secretário-geral da FENPROF, "os professores continuam a ser vítimas de um ataque sem precedentes no Portugal de Abril, concretizado em palavras, actos e omissões, e desferido por um Governo que tem, de facto, os docentes como mal-amados". Como neste 5 de Outubro de 2007 o próprio Primeiro Ministro fez questão, uma vez mais,  de realçar.../ JPO


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Acção Sindical
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo