CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
28 jul 2008 / 15:15

"No Trilho da Esperança": imagens

Vila Real de Santo António, 22/08/2008:
derradeira etapa
do "Trilho da Esperança"



 

A caminho de Vila Real de Santo António:


 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

Solidariedade
palavra-chave
no "Trilho da Esperança"

"No Trilho
da Esperança":
um alerta sobre a situação
da profissão docente em Portugal

 

Nas estradas, nas localidades
e nas escolas, foi notório o apoio solidário a esta acção

 

"No Trilho
da Esperança"

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 "No Trilho da Esperança"
 pretende chamar a atenção da opinião pública para:
- o isolamento em que os docentes exercem a sua profissão, por norma, sem serem devidamente considerados pelos Governos, situação que se tem repetido ao longo do mandato do actual governo e da equipa do Ministério da Educação;

- o enorme esforço que implica/implicou para todos os docentes, sujeitarem-se às condições adversas com que se confronta o seu exercício profissional, de trabalho nas escolas ou, até, de integração social das diversas comunidades que têm de abraçar ao longo das suas vidas;

-as distâncias, o afastamento da família e amigos e as sucessivas adaptações de condições de vida a que se sujeitam em toda a carreira profissional;

- o custo de vida acrescido, as despesas com transportes, com segundas habitações a que não podem fugir por força das colocações a que ficam sujeitos, sem que, no entanto, haja da parte do poder político qualquer tentativa para compreender a importância de haver diversos apoios, remuneratórios mas não só, que minimizassem os problemas que decorrem desta realidade.

 

 

 

 

 

"NoTrilho da Esperança" termina
a 22 de Agosto
em Vila Real de Santo António

 

 

    

 

 

 

 

 

De norte a sul do País, "No Trilho da Esperança" recolhe o apoio solidário de muitos portugueses para com a luta dos educadores e professores

 

 

Voltar ao Topo