FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
abrir aplicação
 13º Congresso dos Professores
newsletter 
RSS
14 jun 2019 / 20:40

Apresentação dos Convidados Internacionais

Em nome do Departamento de Relações Internacionais da FENPROF, saúdo todos os presentes e, de modo particular, os convidados internacionais que estão connosco neste 13º Congresso, em representação organizações sindicais com quem a FENPROF mantém laços de solidariedade, cooperação, e até de amizade, há muitos anos. Nem sempre é fácil conciliar agendas, sobretudo realizando-se o nosso congresso numa data tão próxima do congresso da Internacional da Educação. E por isso valorizamos o esforço que fizeram para estarem aqui, vindo um pouco de todo o mundo – da Europa, de África, da América do Norte e da América Latina, da Ásia. É com muita satisfação que vos recebemos. Muito obrigada pela vossa presença!

Assistem a esta sessão de abertura 42 convidados internacionais, em representação de 34 organizações, 5 delas de âmbito mundial ou regional. São estas:

- a Internacional da Educação, aqui representada pelo seu Secretário-geral, David Edwards

- a Federação Mundial dos Trabalhadores Científicos, aqui representada pelo seu presidente, Jean Paul Lainé

- o Comité Sindical Europeu da Educação, aqui representado pela sua diretora, Susan Flocken

- a Confederação de Educadores Americanos, aqui representada pelo seu presidente, Fernando Rodal

- a Confederação de Países de Língua Portuguesa – Sindical da Educação, aqui representada pelo seu secretário-coordenador, José Augusto Cardoso

Para além destas 5 organizações, estão presentes representantes de 30 outras organizações sindicais, provenientes de 22 países. Farei uma breve referência a essas organizações pedindo aos seus representantes que se se levantem quando a sua organização for referida, para que o congresso os fique a conhecer.

Começando pela Europa,

Estado Espanhol

FE.CCOO

FeSP-UGT

STES

 Galiza

CIG-ENSINO

França

SNES -FSU

SUIpp-FSU

SNESup- FSU

 Itália

UIL-Scuola

Grécia

OLME

Alemanha

GEW

Holanda

AOb

Bulgária

SEB

Reino Unido

NEU

NASUWT

 

Da África que fala português:

Angola

FSTECJDCS

SINPROF

Cabo Verde

FECAP

Guiné-Bissau

SINAPROF

SINDEPROF

Moçambique

ONP

S. Tomé e Príncipe

SINPRESTEP

 

E ainda de África, mas não da lusofonia...

Senegal

SAEMSS

 

Das Américas...

Canadá

CSQ – QUÉBEC

Cuba

SNTECD

México

SNTE

Venezuela

FTUV

Argentina

CTERA

FESIDUAS

 

E de mais um país irmão...

Brasil

CNTE

E, para terminar, da Ásia... Desta vez não temos infelizmente connosco um representante de Timor Leste, mas temos dois companheiros que vieram do Japão - ZENKYO.

A todos, sejam bem-vindos! Esperamos que fiquem a conhecer melhor a nossa realidade e que possam desfrutar do programa que organizámos para as delegações estrangeiras, com apoio das Câmaras Municipais de Lisboa, do Seixal e de Sintra. Sintam-se em casa!

Antes de chamar o Secretário-geral da IE para dirigir uma saudação ao congresso, uma breve nota de apresentação:

A Internacional da Educação – organização de que a FENPROF é membro fundador – é uma federação de mais de 400 sindicatos e associações de 173 países e territórios, representando atualmente 32 milhões de professores e outros trabalhadores da educação.

A IE desenvolve uma vasta atividade em torno de um conjunto de prioridades, de que relevo: 

- lutar por um financiamento da educação adequado e de longo prazo e proteger os sistemas de educação públicos, e os direitos dos profissionais da educação e dos alunos, dos efeitos negativos de crises políticas e económicas e de políticas impostas pelas instituições financeiras internacionais;

- promover o estatuto dos docentes, dos investigadores e dos não docentes, melhorar as suas condições de trabalho e combater tendências de desprofissionalização;

- enfrentar ataques a sindicatos da educação e aos seus membros, especialmente no que respeita à liberdade de associação, direitos de negociação coletiva e liberdades profissionais;

- desafiar a erosão dos valores democráticos e sociais, e lutar contra a desigualdade de género, a intolerância racial e a xenofobia, através da promoção dos direitos humanos, da igualdade e dos direitos sindicais.

David Edwards assumiu o cargo de Secretário-geral da IE em 2018, sucedendo a Fred van Leewen, anterior detentor do cargo, que se aposentou. É natural da Pennsylvania, nasceu em Abril de 1974, começou a sua carreira como professor do ensino secundário público, vem da National Education Association (a maior organização sindical docente norte-americana), é doutorado em Política e Liderança Educacional pela Universidade de Maryland e é uma pessoa que muito estimamos. Vai ter o seu 1º congresso como Secretário-geral de 19 a 26 de julho, em Bangkok, e sabemos que não foi fácil conciliar a agenda para estar para estar aqui hoje connosco. É fluente em várias línguas, mas ainda não em português, por isso pedimos-lhe que fizesse a sua intervenção em espanhol.

Com a permissão do presidente da mesa, João Cunha Serra, chamo o David Edwards para fazer a sua intervenção e desejo a todos um excelente congresso.

 


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Voltar ao Topo