FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
 Bem-vindo ao Site dos Professores Aposentados
newsletter 
RSS
20 abr 2017 / 09:09

Melhorar a reforma e a vida dos reformados e idosos: propostas de trabalho para ações comuns

A IR/CGTP-IN participou no XI.º Congresso da União Confederal de Reformados, organismo específico da Confederação Geral de Tabalhadores (UCR-CGT) que se realizou em Bordéus de 12 a 15 de março. O Congresso aprovou uma proposta de trabalho, que a seguir se transcreve, e que vem ao encontro do nosso plano de acção,  desenvolver ações e formas de luta em unidade com organizações que o DA integra, nomeadamente de âmbito internacional.

PROPOSTAS DE TRABALHO PARA ACÇÕES COMUNS PARA MELHORAR A REFORMA E A VIDA DOS REFORMADOS E IDOSOS

As organizações sindicais de reformados UCR-CGT, UIL-P Itália, IR-CGTP Portugal, UGTT Tunísia, CDF Marrocos, CCOO Espanha, UGT Espanha e as associações de Tunisinos em França e dos Italianos em França-INCA, reunidas em 12 de Março de 2017, em Bordéus, comprometem-se a continuar o trabalho combinado neste dia a de o estender a todos os países da bacia do Mediterrâneo.

As organizações sindicais presentes reforçarão os seus contactos de modo a concretizar as trocas (de experiências e informações).

Comprometem-se a ter um grupo de troca de informações a fim de preparar os próximos encontros cuja periodicidade deveria ser anual.

Este plano de acção tem como objectivo trabalhar na melhoria dos rendimentos dos reformados nos países de origem, nas diferentes reivindicações (poder de compra, reformas, saúde, autonomia e vida na reforma) e ainda aproximações e trocas culturais.

Ele deverá conduzir à acção de todos no seio das próprias organizações e da FERPA.

Comprometemo-nos a desencadear, em conjunto as iniciativas necessárias para melhorar os direitos sociais existentes e a conquistar outros; a intervir em prol da paz, da justiça, da aproximação dos povos e a combater todas as formas de terrorismo e de violência.

Bordéus, 13 de março, 2017


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Voltar ao Topo