CGTP  |  FRENTE COMUM  |  INTERNACIONAL EDUCAÇÃO  |  FMTC  |  CPLP-SE
 
 SPN  | SPRC  | SPGL  | SPZS  | SPRA  | SPM  | SPE  

FENPROF
14 mai 2015 / 10:47

FENPROF reuniu com a presidente da FCT

Portugal teve, nos últimos anos, um crescimento acentuado do número de investigadores, entre os quais se encontram bolseiros de doutoramento e pós-doc (muitos dos quais com sucessivos contratos ao abrigo de projetos de investigação, logo precários)  que com o seu trabalho elevaram significativamente o nível de produção científica nacional.

Porém, a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), com a adoção de medidas restritivas que se integram no âmbito das orientações políticas do governo/MEC/SEC, entre as quais assume particular relevo a avaliação dos centros de investigação,  comprometeu o funcionamento de muitas unidades de I&D, a produção de conhecimento, agenda nacional de investigação e o futuro de milhares de investigadores e bolseiros.

Que futuro? Que mudança? Que correção para os erros cometidos? Que disponibilidade para reverter a situação? Estas foram algumas das questões que a FENPROF levou à nova presidente da FCT, recentemente empossada, em reunião realizada a15 de maio

 

 


 
Imprimir Abrir como PDF

Partilhar:

|

Nacional
Skip Navigation Links.

Voltar ao Topo